As baixas vendas no Dia dos Pais levaram o comércio a registrar uma queda de 1,79% em agosto, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Em relação ao mês anterior (julho 2019), houve um tímido avanço de 0,17%.
O resultado foi considerado decepcionante, abaixo do que era esperado pela Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná).
A pesquisa conjuntural realizada pela própria federação indica uma alta acumulada de 1,6% de janeiro a agosto. As lojas de departamento, com avanço de 28,10%, e os comércios de óticas, cinema, foto e som, com alta de 19,26%, foram os que registraram o melhor desempenho neste ano.