VAR no Brasil segue sem soluções concretas

565

O diretor da Comissão de Arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, foi convidado pela Comissão de Esportes da Câmara dos Deputados, confirmou presença na terça (19) para falar do funcionamento e o Protocolo do VAR.
Gaciba assumiu a comissão em abril deste ano, ou seja, horas antes do início do Campeonato Brasileiro da CBF. O nó da questão é que Gaciba não teve tempo para otimizar o desempenho da arbitragem no manejo com o VAR. Quem teve tempo foi a CBF. O VAR foi autorizado em 5/3/2016, pelo The IFAB. A FIFA e várias Associações, Confederações e Federações iniciaram o treinamento aos árbitros em setembro de 2016. A CBF protelou e quando decidiu pelo VAR, no segundo semestre de 2018, decidiu equivocadamente. Treinamento com instrutores locais e com tempo exíguo de treinamento aos árbitros. Deu “chabu”. Este fato inafastável, Leonardo Gaciba não poderá ocultar.
Com informações do instagram.com/valdircbicudo e sites