Curitiba recebe o Ballets Jazz de Montreal, que está em turnê brasileira com a coreografia Dance Me, datada de 2017 e assinada por Ihsan Rustem.  A apresentação será nesta quarta dia 4, sendo antes em São Paulo e encerrando no Rio, numa produção da Temporada Dell’Arte de Dança 2019. O espetáculo, sob direção artística de Louis Robitaille, é inspirado na lírica obra do poeta, cantor e compositor canadense Leonard Cohen, falecido em 2016.

Criada em 1972 por Geneviève Salbaing, Eva von Genscy e Eddy Toussaint, a companhia canadense exibe elogiadas técnica e estética. Já realizou mais de duas mil apresentações em 67 países, alcançando um público de quase três milhões de pessoas. Seu estilo  de dança contemporânea é classificado de peculiar, artístico, sensual, explosivo e original.  Nos últimos anos, vem privilegiando criações multidisciplinares que mesclam o balé a outras manifestações artísticas como teatro, vídeo e música.

Leonard Cohen nasceu em 21 de setembro de 1934 em Montréal, Québec e faleceu em 7 de novembro de 2016 em Los Angeles, Califórnia. Sábio, místico, boêmio e romântico, ele construiu uma aclamada obra literária e uma carreira reverenciada na música pop. Em sua poesia, romances e música, Cohen questionava constantemente a condição humana, explorando temas de amor, perda, morte e o compromisso com sua arte.Dance Me é considerado um de seus mais rigorosos, ousados e poéticos trabalhos. Aprovado pelo próprio Leonard Cohen ainda em vida, o espetáculo conta com a forte e ousada dramaturgia de Eric Jean, evocando os grandes ciclos da existência em cinco temporadas, como descrito na música e poemas profundamente reflexivos do compositor.

Além do inglês Ihsan Rustem, mais dois coreógrafos criaram Dance Me – Andonis Foniadakis e a belga-colombiana Annabelle Lopez Ochoa. No palco, 14 dançarinos. Dança, música, iluminação, cenografia e videografia juntam-se neste espetáculo inesquecível, cujos direitos exclusivos de dança foram garantidos ao BJM por cinco anos.

O duo Céline Cassone e Alexander Hille foi qualificado de impecável pela crítica na turnê pelos EUA na performance de It Seemed the Better Way, uma das 16 músicas coreografadas ao longo de 80 minutos. Começa com Suzanne (1967) e termina com o poema A Thousand Kisses Deep. Mas a popular Hallelujah, de 1984, não poderia faltar.

Imperdível: Guairão, nesta quarta, 4 de setembro, às 21h. Preço único dos ingressos: 180 reais. Desconto de 30% para compra de até dois ingressos exclusivo para Site Dell’Arte (mediante apresentação do email na entrada do teatro). O cliente pode imprimi-lo ou salvá-lo em seu celular. Desconto válido em todos os pontos de venda.Aceitam-se cartões de débito, crédito e pagamento em até três parcelas com acréscimo. Não serão aceitos cheques. Venda no nos shoppings Mueller, Palladium, Estação e na bilheteria do teatro apenas no dia do evento e pela internet www.diskingressos.com.br ou telefone DiskIngressos 3315-0808.

Classificação 10 anos. Realização: Dell’Arte. Em Curitiba, parceria com Verinha Walflor.