Transparência das contas ainda não existe

312
O governador Ratinho Jr. disse que o Siaf, usado por seus antecessores, não era confiável para acompanhar as contas do Paraná

Os dois últimos governadores, Beto Richa e Cida Borghetti, alardearam as maravilhas da transparência nas contas públicas do Paraná. Desta forma causou estranheza saber que não é possível um controle e um acompanhamento das contas do Estado. O governador Ratinho Jr. destacou na última reunião com os secretários, que não sabe se o Paraná tem mesmo os R$ 400 milhões que a ex-governadora divulgou no final de seu mandato. O Sistema Integrado de Finanças Públicas do Estado (Siaf) simplesmente não funciona como deveria. O governador disse que no momento “está no escuro” em relação às finanças do Estado. Nesta quinta-feira, o secretário da Fazenda, Renê Garcia Jr., vai dar uma coletiva detalhando a situação das contas do estado e apresentar novas medidas do novo governo.