Candidato à presidência do Senado, o petista Tião Viana (AC) vai apelar nesta segunda-feira à Executiva Nacional do PT para que todos intensifiquem a campanha em seu favor.

Candidato à presidência do Senado, o petista Tião Viana (AC) vai apelar nesta segunda-feira à Executiva Nacional do PT para que todos intensifiquem a campanha em seu favor. Interlocutores do senador afirmaram que as atenções de Tião se concentrarão no PSDB, cuja bancada é considerada fundamental na eleição para o comando do Senado.

Nos últimos dias, Tião conversou várias vezes com o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), e com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A Folha Online apurou que Serra teria afirmado a Tião que faria campanha em seu favor na disputa com o senador José Sarney (PMDB-AP) pelo comando do Senado.

Apesar da sinalização de Serra, Tião disse a interlocutores que só ficará mais tranquilo quando o presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), e o líder da bancada no Senado, Arthur Virgílio Netto (AM), confirmarem que há uma decisão fechada de os tucanos ficarem com ele.

Tião participa da segunda etapa da reunião da Executiva Nacional do PT, realizada hoje em Brasília. Também estão presentes na reunião o presidente nacional da legenda, deputado Ricardo Berzoini (SP), o secretário-geral, deputado José Eduardo Cardozo (SP), a líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC), e o assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia.

Determinado a vencer as eleições para a presidência do Senado, Tião tem afirmado a seus aliados que está confiante na vitória, mas teme as informações de que integrantes do governo federal assistirão a disputa à distância, sem interferência.