Em cartaz no Teatro Fernanda Montenegro, neste sábado e domingo, a peça Num Lago Dourado reúne Ana Lúcia Torre e Elias Andreato em um enredo vivido nas telas por Jane Fonda, envolvendo temas universais como amor, amizade e a família.

A comédia romântica, com patrocínio da Vivo e da Unimed Seguros, chega a Curitiba depois de reestrear em 2018 e ganhar itinerância pelo país. O texto de Ernest Thompson já foi encenado por Paulo Gracindo e Nathalia Timberg, Agora, com direção de Elias Andreato, a peça estreou com Ary Fontoura no elenco em 2017. Mas para a turnê nacional, o diretor substitui Fontoura e vai ao palco na pele do professor Norman Thayer.

Nos créditos, a trilha sonora original de Miguel Briamonte, cenário de Marco Lima, iluminação de Wagner Freire e figurino assinado pelo estilista e ator Fause Haten.

Clássico do cinema, com Henry Fonda, Katharine Hepburn e  Jane Fonda, Num Lago Dourado conta a história de  um professor aposentado que, prestes a completar 80 anos, vai com sua esposa Ethel Thayer (Ana Lúcia Torre) passar as férias em sua casa de verão às margens do paradisíaco Lago Dourado,  onde a única visita que recebem é a do carteiro Charlie (Fabiano Augusto).

Depois de alguns dias, chega Chelsea (Tatiana de Marca), a filha do casal, que sempre manteve uma relação muito tensa com o pai, em companhia de seu futuro marido Bill Ray (André Garolli) e de seu enteado Billy Ray Jr (Lucas Abdo). Inicialmente, Norman se incomoda com a presença do jovem, mas, em pouco tempo, o garoto se torna o filho que ele nunca teve.

Esses são os personagens do espetáculo que, além de falar sobre o amor na terceira idade, ressalta a importância dos valores familiares e do encontro real. A redescoberta do amor entre pai e filha, a busca incessante pelo diálogo e pelo entendimento, o saber ouvir e ser ouvido. No meio desse turbilhão de sentimentos e emoções, um garoto ensina a todos o valor de uma grande amizade. E como o amor não tem idade…

Imperdível: Teatro Fernanda Monenegro/Shopping Novo Batel, neste sábado dias 17 às 21h e no domingo às 19h. Ingressos a 80 reais. Duração: 90 minutos. Classificação indicativa: 10 anos