Uma escola de Hong Kong suspendeu as aulas depois que uma criança morreu e dezenas apresentaram sintomas semelhantes aos da gripe aviária.

Uma escola de Hong Kong suspendeu as aulas depois que uma criança morreu e dezenas apresentaram sintomas semelhantes aos da gripe aviária.
A escola primária Ho Yat Tung permanecerá fechada até o dia 25 de março, pois mais de 30 alunos apresentaram sintomas como febre alta e forte tosse. Cinco crianças com idade entre seis e onze anos estão internadas.
O governo ainda não sabe se os estudantes doentes estão com um vírus do tipo H5N1, da gripe aviária, mas designou o médico microbiologista Yuen Kwok-yung, professor da Universidade de Hong Kong para investigar.
Até o momento 25 crianças foram contaminadas, 11 estão internadas e 197 apresentaram licença médica para não comparecer às aulas, segundo números do departamento de saúde citados pelo jornal local Apple Daily no site www.atnext.com.
Na terça-feira um aluno de sete anos morreu depois de ter dado entrada no hospital de Tuen Mun inconsciente. No começo do mês uma menina de três anos morreu no mesmo hospital com sintomas semelhantes.
Em 27 de fevereiro autoridades já haviam registrado o caso de óbito de uma criança de dois anos em decorrência de gripe.