Scavollo, fim de um clássico curitibano

A venda do terreno onde funciona há 35 anos o restaurante Scavollo (r. Emiliano Perneta, 924, esquina da Desembargador Motta) e o projeto de construção, ali, de uma torre corporativa, sela o destino de uma das mais tradicionais casas de repasto de Curitiba, que encerra atividades dia 31 de outubro, conforme anunciou dias atrás o empresário Ernesto Villela.
O casarão, considerado pela Prefeitura como de interesse cultural e arquitetônico da cidade, e que por isso será preservado, é alugado ao Scavollo. Diz Villela: “Não esperávamos por esta notícia, mas também não lutamos contra ela. Na realidade, a novidade foi um impulso para concluirmos essa fase e investirmos em outra operação gastronômica no Batel”. Ele não dá detalhes, mas adianta que “nosso próximo empreendimento gastronômico também apostará na culinária italiana e terá espaço para receber até 50 pessoas. Sinal dos novos tempos”.
Villela registra em seu portfólio como empresário da área gastronômica exemplares que foram sucesso, como Chocolates D´Vilella, Restaurante Palumbo, Alecri, Maka Grill, Churrascaria Cruzeiro, Guffo Bar, Kony´s Night Club e Bar Plattea.
Segundo Ernesto Villela, as próximas semanas “terão tom de despedida e oportunidade”. Mas até 31 de outubro ainda há tempo para degustar os carros-chefe do restaurante: Carpaccio Scavollo, Paleta de cordeiro, Mignon com conchiglione ao mascarpone e Mignon ao funghi, além dos itens dos festivais do Fondue e do Mignon.