Safratec recebeu 5,5 mil visitantes

426

Totalizando 5,5 mil visitantes, a 30ª edição do Safratec – a mais importante vitrine tecnológica do agronegócio regional, realizada pela Cocamar na ultima quarta e quinta-feira, dias 22 e 23 de janeiro, em Floresta, no noroeste do estado, foi prestigiada também por diversas autoridades e lideranças.

Com mais de 100 empresas e instituições de pesquisa parceiras da cooperativa, que participaram com estandes para demonstração de produtos e serviços, o evento foi o maior de todos os tempos, apresentando oito protocolos e diversas outras atrações, como o inédito balcão de negócios – em que os produtores tiveram a oportunidade de adquirir insumos para pagar com grãos.

A competição de cultivares de soja, o manejo adequado do solo, a apresentação de alternativas para o período de inverno como as culturas de sorgo e trigo branqueador, exposição e desempenho de máquinas agrícolas John Deere, o espaço da pecuária com orientações para potencializar a atividade, as parcelas de soja conduzidas por empresas, enfim, também atraíram os participantes, que tiveram dois dias de temperatura agradável e sem a incidência de sol.

Ao participar da solenidade de abertura na quarta-feira (22/01), o secretário da Agricultura e do Abastecimento do Estado do Paraná, Norberto Ortigara, disse que o estado está se preparando para a colheita de uma safra de verão que poderá ser recorde. “Em todas as regiões, as lavouras de soja estão bonitas, o que resulta também da adoção de tecnologias adequadas por parte dos produtores”, frisou, lembrando que realizações como o Safratec são indispensáveis para que o agronegócio regional se desenvolva. “A Cocamar está de parabéns por essa iniciativa.”

De acordo com o presidente do Conselho de Administração da Cocamar, Luiz Lourenço, a transferência de tecnologias aos produtores é a atividade mais nobre realizada pela cooperativa, sem a qual eles deixariam de ser competitivos. Ele comentou que a Índia deverá apresentar, nos próximos anos, um aumento substancial da demanda por alimentos que poderá chegar aos mesmos níveis do que vem acontecendo com a China. “As oportunidades para o produtor brasileiro são muitas”, disse.

A respeito do Safratec, o presidente-executivo Divanir Higino apontou que a feira reúne habitualmente o que há de mais importante em matéria de produtos e tecnologias para as principais culturas praticadas na região, “sendo uma oportunidade para que os participantes incorporem conhecimentos e aprimorem os seus negócios”.

O evento recebeu cooperados de dezenas de municípios dos estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Entre eles, Henrique Franz, de Pedrinhas (SP), que está ligado à unidade de Cruzália, município vizinho. Segundo Franz, que comparece todos os anos ao Safratec, um dos pontos que mais chamam a sua atenção é a competição de cultivares de soja. “Aqui é o local para a gente conversar com os produtores e técnicos e ver o que é melhor para a nossa lavoura.”

Assessoria Cocamar