S. FED – Em despedida, Hélio José critica reforma da Previdência

404

Em pronunciamento nesta quinta-feira (20), o senador Hélio José (PROS-DF) despediu-se do mandato, destacando sua atuação em defesa dos interesses dos servidores públicos e dos direitos sociais da população. O parlamentar registrou ainda seu trabalho em prol das micro e pequenas empresas e sua luta pelo aumento da participação da energia limpa na matriz energética brasileira.

Engenheiro eletricista e servidor público concursado do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Hélio José tomou posse no Senado em 2015 na vaga deixada por Rodrigo Rollemberg, que renunciou na ocasião para assumir o governo do Distrito Federal.

Ao fazer um balanço dos quatro anos no Senado, Hélio José destacou a aprovação de seu relatório na CPI da Previdência. Segundo ele, ficou comprovado que ao longo dos últimos anos “nunca houve déficit”, ao contrário do que afirma o governo.

— Conseguimos mostrar que a Previdência não é deficitária. O trabalho realizado na CPI da Previdência entre abril e outubro de 2017 foi intenso e muito importante para a sociedade brasileira — disse.

Autor de 245 projetos, o senador ressaltou a aprovação do PLS 513/2017, de sua autoria, que aumenta a potência de transmissão para rádios comunitárias.

— Essa lei garante a democratização dos meios de comunicação, aumentando os canais das rádios comunitárias de um para dois, e ampliando a sua potência de apenas 25 watts para 150 watts, dando condição para que todos os brasileiros possam ouvir a voz de cada esquina e a voz de cada cidade que é reverberada pelas rádios comunitárias — enfatizou.

O senador ainda destacou o avanço de outras propostas de incentivo à energia limpa e registrou sua atuação na relatoria de dezenas de projetos, como o PLC 72/2018, que assegura aos advogados a obtenção de cópias de atos e documentos de processos e procedimentos eletrônicos.

Hélio José agradeceu aos senadores e líderes partidários que o indicaram para ocupar a presidência da Comissão Senado do Futuro e elogiou os servidores do Senado e os funcionários do seu gabinete pelo apoio ao mandato. Ele anunciou que retornará ao seu posto no ministério.

 

Fonte: www12.senado.leg.br