Presença do núcleo histórico dos estilistas do Dragão Fashion Brasil Festival, o mineiro Ronaldo Silvestre, formado em moda pela Universidade Estadual de Londrina-UEL, está na passarela do evento em sua edição de vigésimo aniversário, que acontece em Fortaleza até sábado 18.
Com o tema Assum Preto, música de Gonzagão, a coleção nasce de uma inspiração musical. Conta Silvestre: “Tenho um arquivo mental com várias músicas que marcaram algumas fases e momentos especiais em minha vida. De todos os meus acervos eu guardo com muito carinho o disco da Gal Costa – FA-TAL- (Gal a Todo Vapor) repleto de músicas que me encorajam a continuar enfrentando os desafios diários e lutando para fazer a diferença no mundo”.
Diz ele que “a proposta para o Dragão Fashion 2019 é continuar abrindo algumas gavetas da minha vida. Um pouco de mim, dos meus valores e dos meus processos criativos no redesign sustentável de tecidos e formas”.
Numa das mais criativas e generosas parcerias do mundo da sustentabilidade na moda, o estilista trabalha com artesãs de Itabira. E surgem os bordados do Instituto Tecendo Itabira. Ainda desse encontro, “a manipulação têxtil continua como grande destaque em nosso trabalho”. Afinal, Silvestre afirma: “Eu procuro descobrir a essência e a alma dos tecidos, afinal eles são a nossa segunda pele”.
Sarjas peletizadas, jeans e tecidos de festa unem-se ao tule criando formas e texturas, dando uma identidade única a cada peça – “um pouco de mim, dos meus valores e dos meus processos criativos no redesign sustentável de tecidos e formas”.
A coleção Assum Preto, que será apresentada no último dia de desfiles, no sábado, levará peças masculinas e femininas que vão colorir a passarela de preto, marrom, verde militar, vermelho, nude e toda gama do azul partindo do azul claro ao intenso. Os tecidos são da Capricórnio Têxtil e Santanense Têxtil. Acessórios do desfile da Ramarim Calçados.
Também no encerramento do DFB Festival estarão desfilando Parko, Baba, D’Aura, Flee e Silvânia de Deus. E acontecerá o Concurso dos Novos, do qual concorrem alunos da Unifor, UTFPR, UFPI e Veiga de Almeida.