RJ: Padrasto é preso como autor do incêndio que matou três crianças em Paraty

429

A Polícia Civil prendeu, na sexta-feira, o companheiro da mãe das crianças mortas num incêndio em Paraty, na Costa Verde do Rio. De acordo com o delegado Marcelo Russo, titular da 167ª DP (Paraty), o crime foi motivado por ciúmes. Três irmãos, uma menina de 7 anos, outra de 4 anos e um menino de 5 anos, morreram no incêndio. A mãe das crianças, Dara de Almeida Santos de Souza, de 25 anos, inalou muita fumaça e segue internada no Hospital de Praia Brava.

— Nós ouvimos o depoimento de sete testemunhas, incluindo a avó e a babá das crianças. O acusado havia criado a história de que um dos filhos seria o autor do fogo nos colchões do quarto, por ele ser muito levado. Ele planejava se livrar das crianças, que já demonstravam grande temor do padrasto, para viver só com a mulher. Mas contradições no depoimento devendaram a autoria desse crime — explica o delegado.

Foto: Marya Clara, de 7 anos, Cauã, de 5, e Marya Alice, de 4 foram as vítimas do incêndio Foto: reprodução

Leia a nota completa: casos-de-policia