Derrotado nas eleições para o Senado depois de aparecer em primeiro lugar em todas as pesquisas de opinião durante toda a campanha eleitoral, Roberto Requião não desiste de conquistar o mandato. Seu advogado, Luiz Fernando Delazari, acredita que a justiça eleitoral deva cassar o mandato do senador Flávio Arns que enfrenta uma ação de impugnação de sua candidatura e diplomação por ter sido condenado por improbidade pelo Tribunal de Contas do Estado em decisão unânime. Se condenado em última instância, pode perder a cadeira, que seria ocupada por Requião.

Requião diz que foi derrotado por canalhas que produziram uma infinidade de notícias fake distribuídas contra ele durante a campanha. Foram mais de 60 vídeos que ele está a reunir em um volume único para provar ter sido vítima de difamação que o condenou a um terceiro lugar atrás dos eleitos Oriovisto Guimarães e Arns.

Ratinho Jr reassume

Ratinho Jr reassumiu o cargo de governador, após voltar dos Estados Unidos, onde teve encontros com empresas de tecnologia, no Vale do Silício, nos Estados Unidos. E tirou uma pequena temporada de férias com a família. Darci Piana volta a ocupar o gabinete de vice.

Bens bloqueados

A 23ª Vara Federal de Curitiba determinou o bloqueio dos bens e contas financeira do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), a ex-primeira-dama Fernanda Richa, um dos filho do casal, André Richa, e empresas da família em até R$ 166 milhões. O bloqueio integra a ação em que os três são réus na Operação Integração, que apura pagamento de propina a agentes públicos por empresas de pedágio no Paraná.

Cálculo do MP

De acordo com a decisão, o valor representa a soma de R$ 4,7 milhões que o Ministério Público Federal (MPF) afirma que Beto Richa recebeu em propinas e doações, R$ 82,5 milhões de danos causados aos usuários dos serviços públicos e a pena de multa máxima de cerca de R$ 79 milhões.

Pré-candidato

O folclórico Cabo Daciolo, sexto colocado na eleição presidencial do ano passado, assinará nesses dias sua ficha de filiação ao Podemos, de Álvaro Dias. Ele está de olho nas eleições municipais do ano que vem: Daciolo quer sair candidato a prefeito de Niterói.

Pedágio de volta

O ministro do Superior Tribunal de Justiça João Otávio de Noronha suspendeu a liminar que abria as cancelas e determinava a desinstalação da praça de pedágio em Jacarezinho (PR). A decisão também invalida a ordem de redução de 26,75% nas tarifas cobradas nas demais praças administradas pela Econorte no Estado.

Investigada

A concessionária é investigada pela Lava Jato por supostas irregularidades em aditivos firmados com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Em novembro, a 1.ª Vara Federal de Jacarezinho determinou a suspensão das atividades da Econorte no Paraná, decisão ratificada 1.ª Vara Federal de Curitiba em dezembro.

Acordo infame

Famílias residentes nas comunidades do Córrego do Feijão e do Parque da Cachoeira, em Brumadinho, atingidas pela lama que vazou de uma barragem de rejeitos da Vale em 25 de janeiro, receberão uma cesta básica mensal da mineradora pelo período de um ano. A medida, anunciada sexta-feira (8) pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), foi acordada em audiência judicial. As informações são do Diário do Poder.

Esmola

A garantia da cesta básica junta-se a outros compromissos pactuados em um termo de ajuste preliminar (TAP) firmado no dia 20 de fevereiro. O acordo prevê o pagamento de auxílio mensal emergencial aos atingidos conforme os seguintes critérios: um salário mínimo por adulto, meio salário mínimo por adolescente e um quarto de salário mínimo por criança. Têm direito a receber tais valores todos os residentes em Brumadinho e nas localidades que estiverem a menos de 1 quilômetro do leito do Rio Paraopeba até a cidade de Pompéu, onde fica a represa de Retiro de Baixo. As quantias serão pagas durante um ano.

Balanço da Lava Jato

Ao completar cinco anos e colecionar 2.252 anos de condenações para 159 réus, a Operação Lava Jato em Curitiba mantém 11% de seus 426 denunciados na cadeia. São 47 os acusados presos preventivamente ou em razão de condenação em 2.ª instância que cumprem pena no Paraná, São Paulo, Rio, Bahia e Distrito Federal. Enquanto os cabeças dos núcleos financeiro e empresarial estão fora da cadeia, os líderes do núcleo político permanecem no cárcere — agora as defesas de acusados miram no crime de lavagem de dinheiro para reduzir as penas.

Sinal trocado

Apesar do discurso eleitoral antipetista que triunfou em 2018, os pouco mais de dois meses do governo Jair Bolsonaro vêm mostrando que ele dá nova roupagem a velhas polêmicas. Algumas delas o próprio presidente, antes deputado federal, criticou de forma contundente, apontando o dedo para o PT.

Contraofensiva

Como são acusadas as gestões de Lula (2003-2010) e Dilma (2011-2016), a de Bolsonaro já tentou: impor sua ideologia nas escolas, aponta a grande mídia como um inimigo e tenta fazer uma “limpeza” nas repartições públicas, demitindo supostos opositores. Nesta semana, disponibilizou um vídeo obsceno em seu Twitter – que não é restrito para maiores de idade -, enquanto no governo Dilma criticava e denunciava a suposta exposição de sexualidade para crianças nas escolas.

 

326 anos de Curitiba

Uma ampla programação descentralizada da Prefeitura vai celebrar os 326 anos de Curitiba. O aniversário é só no dia 29 de março, mas as comemorações iniciam nesta segunda-feira (11), com ações nas regionais, e se estendem até a primeira quinzena de abril. Entre as inaugurações, lançamentos e eventos agendados, destacam-se uma inédita Feira de Inovação em pleno calçadão da Rua XV de Novembro, entre os dias 28 e 30 de março, a edição 2019 do Smart City Expo Curitiba, maior evento de cidades inteligentes do mundo de 21 a 22 de março, e a tradicional festa de aniversário no dia 29 de março no Parque Barigui, com direito a brincadeiras e bolo gigante. As informações são do Bem Paraná.

Lava Jato bilionária

O acordo entre a justiça dos Estados Unidos, a Petrobras e o Ministério Público Federal fixou o pagamento, pela estatal, de R$2,5 bilhões ao estado brasileiro, mas o dinheiro acabou nas mãos da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba. Esse valor corresponde a 60% do orçamento de todo o Ministério Público Federal (MPF). O acordo provocou estupefação no Supremo Tribunal Federal (STF), até porque a gestão de fundos dessa natureza não está prevista na lei que disciplina o MPF. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

STF não concorda

Ministros do STF acham que o dinheiro entregue ao MPF deveria ser devolvido ao governo, em vez de ser entregue a alguns procuradores. Do total, R$1,25 bilhão ficarão numa conta corrente do MPF. Após dois anos os rendimentos vão para uma fundação privada da repartição. Após 5 anos de criação da conta do MP e do fundo privado, todo o valor que esteja na conta será destinado para a fundação do MPF.

Combate à desinformação

Em outubro do ano passado, Google, Twitter e Facebook, em conjunto com órgãos que representam os segmentos de comércio e publicidade, assinaram um código de conduta com a Comissão Europeia, assumindo o compromisso de adotar uma série de medidas para combater a escalada de desinformação na internet. De lá para cá, não houve qualquer avanço, como atestado pelo Parlamento Europeu no dia 28 do mês passado.

Fake news

A preocupação com as fake news e as distorções de dados que circulam abundantemente pelas redes sociais não é nova. Em 2016, o dicionário Oxford elegeu “pós-verdade” como a expressão daquele ano. Em suma, a expressão designa a situação em que elementos objetivos têm menos apelo na formação da opinião pública do que a emoção e as crenças pessoais dos indivíduos. E não há, no processo comunicativo atual, meio mais propício para a manipulação de ambas do que as redes sociais.

Políticos e o orçamento’

Em plena guerra para aprovar a reforma da Previdência, o ministro da Economia, Paulo Guedes, diz que o governo articula a tramitação de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) no Senado para mudar o chamado pacto federativo, acabando com as despesas obrigatórias e as vinculações orçamentárias. Em entrevista ao Estado na sexta-feira, a primeira para um veículo de comunicação nacional desde que tomou posse no cargo, realizada na representação do Ministério da Fazenda no Rio, ele afirma que a proposta dará aos políticos 100% do controle sobre os orçamentos da União, Estados e municípios, e não deverá prejudicar a aprovação da reforma da Previdência.

Bolsonaro encontra Trump

O encontro entre Bolsonaro e Trump já tem data marcada. Dia 19 de março, Bolsonaro embarca para os EUA, onde cumpre agenda internacional. Entre os compromissos, um encontro com o homem-forte dos Estados Unidos. Para o presidente brasileiro, “uma grande oportunidade de reforçar os laços entre nossas nações na busca de um ocidente com liberdade e prosperidade”.

Agricultura mais produtiva

Acompanhando a notável expansão da produção agrícola nas últimas décadas – num período de pouco mais de 40 anos, a produção de grãos cresceu quase seis vezes –, a produtividade da agropecuária brasileira aumentou em média 3,43% ao ano. Em período mais recente, o crescimento da produtividade alcançou 3,8% ao ano, bem acima do registrado pela agricultura norte-americana, sempre mencionada como exemplo de eficiência, que foi de 1,38% ao ano no período considerado.

Modernidade

Um conjunto de fatores impulsionou a modernização e os ganhos da agropecuária. Entre eles estão a disponibilidade de crédito, o aumento de investimentos, a adoção de novos sistemas de produção, a abertura de mercados no exterior para a produção nacional e a adoção de políticas adequadas para o setor, como destaca o estudo Produtividade da Agricultura Brasileira – Algumas Atualizações, elaborado pela Secretaria de Política Agrícola do

Participação da mulher

A ex-governadora do Paraná, Cida Borghetti, participou neste sábado (9) do ciclo de debates na Faculdades Santa Cruz em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Cida apresentou suas contribuições ao Estado e ao país ao longo de 20 anos de vida pública e defendeu a participação feminina na política como forma de combate à violência contra a mulher. Cerca de 150 pessoas participaram do evento, em Curitiba.

 

Até manifesto

Aproveitando o escândalo do vídeo obsceno e grotesco postado pelo presidente Jair Bolsonaro, as duas figuras gays que aparecem, resolveram até soltar um manifesto, apoiado por seguidores (e advogados), caracterizando tudo como “um ato político e artístico” na defesa da liberdade total das hostes LGBT. E até abasteceram o material com trechos voltados ao golden shower em filmes e séries de TV. Em Girls (HBO), a protagonista reclama quando o namorado urina nela no chuveiro e em Sex and the city, John Statery (Mad men) propõe uma ação do tipo para Carrie, vivida por Sarah Jessica Parker.

Quem foi

Nos últimos dias, enquanto o escândalo do vídeo de Bolsonaro fervilhava no Brasil e lá fora, o que mais intriga até mesmo assessores mais chegados no Chefe do Governo é saber como o material chegou até o presidente. Os filhos, por enquanto, estão fora desse capítulo. Pode ter sido um ministro (e não militar) ou até mesmo um dos assessores de maior intimidade.

Curiosidade

Nas primeiras 24 horas depois que Bolsonaro postou o vídeo obsceno em sua rede social nada menos do que 5,5 milhões de pessoas acessaram a cena gravada em cima da cobertura de um ponto de táxi em São Paulo. E não era apenas gente do Brasil: a informação circulou rapidamente na imprensa estrangeira.

Refinanciamento

Para quem gosta de número, dados sobre o refinanciamento da dívida brasileira mais do que surpreendem: em 2002, R$ 240,4 bilhões; 2010, R$ 371,5 bilhões; e 2018, R$ 534,3 bilhões.

“Beijinho”

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, que vive apagando fogo de Bolsonaro (muitas vezes, ao lado do general Augusto Heleno), não consegue levar a sério os ataques do ex-astrólogo Olavo de Carvalho, cuja vaquinha pela internet ainda não produziu resultados. Por conta dos novos ataques do guru endividado, Mourão respondeu mandando um “beijinho” para ele.

 

Nova máquina

Enquanto o PSG sofria na Europa, o jogador Neymar (ele já voou para lá) no Brasil, além de circular por camarotes – e de Anitta conseguiu apenas uns beijos – pensa em novos brinquedos. Acaba de comprar (chega no final do mês) um helicóptero Airbus H145, com interior VP, feito pela Mercedes-Benz. Pagou em cash R$ 12 milhões (cerca de R$ 46 milhões).

 

Almanaque

Nesse período de surpresas de Jair Bolsonaro, as redes sociais estão ressuscitando trecho de entrevista dada, há anos, na Band ao CQC, onde o atual presidente confessava que quando adolescente fazia sexo com “um jumentinho” e “uma galinha”. Faz lembrar Lula, em entrevista a Playboy no passado, que também confessava suas intimidades com uma cabra.

 

Prefere Twitter

Apesar de ter mais seguidores no Facebook (9,3 milhões) do que no Twitter (3,4 milhões), Bolsonaro mostra que prefere a rede de microtextos. Nos últimos seis meses, publicou 1.110 tuites, 300 postagens a mais do que no site de Mark Zuckeberg. Fala de governo e temas polêmicos e pouco institucionais, muitas vezes de forma jocosa. Não se trata de uma estratégia de comunicação. O vice Hamilton Mourão já comentou, em rodas muito chegadas: “Ele não resiste ficar sozinho com um celular”.

 

Assinatura

Na guerra contra Jair Bolsonaro por conta do disco Proibido o carnaval, ao lado de Caetano Veloso (ele não se manifestou), Daniela lavou a alma, foi cumprimentada especialmente pelas integrantes do bloco arco-íris e no final, assinou com um sobrenome a mais: Daniela Mercury Verçosa. Sua mulher chama-se Malu Verçosa.

 

A conta não fecha

Até agora, ninguém comentou sobre como a economia do país vai crescer, gerar riquezas, criar emprego, entre outros, com essa Nova Previdência, levando em consideração que o PIB do país, 70% vem do consumo das famílias. Ou seja: se for retirado um trilhão de reais em 10 anos (R$ 100 bilhões por ano) do consumo, que é o que acontecerá com essa Nova Previdência, como é que o país irá crescer ainda não tem resposta pronta. Mais: o senador José Serra (PSDB-SP) está pedindo oficialmente, no Senado, que Paulo Guedes explique, tintim por tintim, como chegou a esse R$ 1 trilhão.

 

Olho nos obesos

Dados da Organização Mundial da Saúde: nos próximos anos o número de pessoas sofrendo de fome no mundo (cerca de 821 milhões) será ultrapassado pelo número de obesos. Mas as despesas da obesidade já serão maiores. Estimativas indicam que os custos anuais decorrentes da obesidade chegam a US$ 2 trilhões, montante similar aos custos provocados pelo tabagismo ou pelos conflitos armados.

 

Comemoração

A Lava Jato está comemorando cinco anos e o Brasil é o país que mais conseguiu recuperar recursos de empresas e executivos criminosos: quase R$ 14 bilhões, um valor inédito. Mais de 500 pessoas foram acusadas, houve mais de 130 denúncias criminais e cerca de 50 sentenças. As penas de prisão somam mais de 2 mil anos. Só em Curitiba, sede da primeira operação, foram 1.200 mandados de busca e apreensão cumpridos em 60 fases, com 155 pedidos de prisão preventivas atendidos pelo Judiciário.

 

Novo cristo

Na nova encenação da Paixão de Cristo, em abril, em Nova Jerusalém, Jesus será interpretado por Juliano Cazarré; Pilatos será Gabriel Braga Nunes, Maria será interpretada por Priscila Fantin e Ricardo Tozzi será Herodes. Ingressos já são vendidos pela internet divididos em até 12 vezes no cartão.

 

Apetite

O ministro Sérgio Moro está trabalhando para fazer o substituto de Raquel Dodge na Procuradoria-Geral da República. Se emplacar, fecha o bloco com a PF e o Coaf, concentrando todo arsenal de investigação federal disponível.

 

Poupança magra

O nível da poupança brasileira é muito inferior ao de vários outros grandes países emergentes, ajudando a explicar a dificuldade do Brasil crescer a taxas mais elevadas de modo sustentado. Enquanto a taxa brasileira ficou em 14,5% do PIB no ano passado, a da China atingiu quase 45% do PIB, a da Índia foi de 28,5% e a da Rússia superior 27% do PIB. São estimativas do Fundo Monetário Internacional (FMI).

 

Só no celular

Geisy Arruda, que ficou famosa por causa de um vestido rosa muito curto que usava nas aulas da Uniban, em São Paulo, não participou do desfile de nenhuma escola de samba. Mas não quis ficar de fora do verdadeiro campeonato do derrière desfrutado pelos gulosos da área em sucessivos ensaios surgidos nos celulares. Quase sempre de costas, ela mesma se orgulha de exibir o que chama de “o bumbum mais farto” da categoria.

 

Desigualdade

Em 2018, o rendimento médio/ mês per capita com pessoal ativo da União 1.059.943 servidores (691.342 civis e 368.601 militares) foi de R$13,356,86 enquanto a média / mês per capita nacional para os trabalhadores formais nas atividades privadas foi de R$ 2.254,00 (83,38% menor). Mais: em 2018, o rendimento médio/mês per capita com pessoal aposentado e pensionista da União – 1.054,04 servidores (737,472 civis e 316,568 militares) foi de R$ 9,552, 99, enquanto a média mês per capita dos aposentados e pensionista das atividades privadas (INSS – 32,4 milhões de beneficiários) foi de R$ 1.369,91 (85,68% menor).

 

Núcleo especial

Ex-chefe da segurança de Bolsonaro na transição, o delegado Alexandre Ramagem Rodrigues vai comandar uma espécie de “núcleo de inteligência” no Planalto. Terá com ele três ou quatro agentes da PF e funcionará na Secretaria do Governo, do ministro Santos Cruz (não subordinado a ele, contudo). Antes, Ramagem atuou na Superintendência da PF no Rio, ia assumir agora a Superintendência do Ceará, mas abriu mão do posto para assumir novo cargo na Presidência.

 

Limpando as gavetas

O publicitário Floriano Barbosa de Amorim está com os dias contados na Secom. Aumenta a cada dia entre integrantes do núcleo principal do governo a pressão para sua substituição.

 

Indenizações

A Vale deverá pagar mais de R$ 80 milhões em indenizações pelo afastamento definitivo de Fábio Schvartsman e outros três diretores. No ano passado, a Vale foi criticada por pagar R$ 50 milhões a seu ex-presidente Murilo Ferreira, depois do rompimento da barragem de Mariana.

 

Dívidas

O ministro Paulo Guedes enviará logo ao Congresso projeto que agiliza a cobrança de dívidas previdenciárias, que somam R$ 490 bilhões. Guedes acha que R$ 160 bilhões conseguirão ser recuperados. Quem deve até R$ 25 mil terá condições generosas para quitar sua dívida.

 

Prestígio

Rodrigo Maia, presidente da Câmara, assiste de camarote – e sem abrir a boca – as escorregadas de Jair Bolsonaro, incluindo agora as travessuras do golden shower. Sabe que quanto mais o Chefe do Governo tropeça, mais ele se consolida numa posição de “primeiro-ministro informal”. Além de ministros até os generais recorrem a ele. Já Davi Alcolumbre, presidente do Senado, é considerado um tanto imaturo.

 

Recesso extra

O recesso do Carnaval, emendado com o fim de semana, faz com que o Congresso fique 12 dias sem votação (de 27 de fevereiro a 12 de março). Na quinta passada (28), dos 594 deputados e senadores apenas 21 haviam registrado presença. Os novos parlamentares também já aderiram – e muito rapidamente – ao “feriado prolongado”. O prejuízo é de R$ 13.505,46 para cada um dos 12 dias sem trabalhos legislativos. Não haverá desconto nos salários.

 

Bronca

Ainda sobre a história do vídeo postado e sobre o golden shower: o presidente Jair Bolsonaro levou uma bronca da mulher Michelle, que não gostou nem um pouco da publicação. Lembrou que, agora, toda as suas ações ganham dimensões gigantescas atingindo toda a família, incluindo a sua filha Laura, de 8 anos.

 

Ao contrário

Quase todos os ex-adversários de Jair Bolsonaro na corrida presidencial estão vibrando com vibrando com o número de gafes, escorregadas e erros cometidos pelos Chefe do Governo logo na largada de sua administração. Geraldo Alckmin é um dos poucos que não gosta. Em círculos íntimos, ele comenta que uma pessoa que anseia pela presidência, nunca pode deixar mal ao país e nem a seu governante. E torce para que a postura de Bolsonaro mude e que o Brasil comece a crescer.