Curitiba recebe, desta quinta  dia 7 a domingo, a atriz Regina Braga com o monólogo Um porto para Elizabeth Bishop, escrito por Marta Góes especialmente para ela, com direção de José Possi Neto. A peça retrata os anos que a poeta americana, prêmio Pulitzer de Poesia de 1956, viveu no Brasil, nas décadas de 50 e 60, no Rio, em Petrópolis e em Ouro Preto, período em que produziu uma parte fundamental de sua obra.

A aventura pessoal da poeta no Brasil começou em dezembro de 1951, quando, aos 40 anos, desembarcou de um cargueiro no porto de Santos para uma breve escala turística que acabou se estendendo por anos. Ao chegar no país, Bishop estava deprimida e era alcoólatra.

O encontro entre a poeta e o Brasil exuberante e inquieto dos anos 50 e 60 rendeu poemas, um livro-reportagem (“Brazil”, publicado pela Life) e cartas (reunidas em “Uma arte”, sua correspondência completa). Elizabeth Bishop viveu no Brasil de 1951 a 1966, mas voltou por muitos anos, ainda, à casa de Ouro Preto até falecer em 1979. Ela teve seu nome incluído nos mais importantes balanços da produção literária dos últimos 100 anos.

Contar a história de Elizabeth Bishop traz à tona personagens da história recente do Brasil, sobretudo escritores como Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade e João Cabral de Mello Neto.

Imperdível: Teatro da Caixa Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 280), desta quinta dia 7 a sábado às 20h, e domingo às 19 h. Ingressos a 30 e 15 reais. A compra pode ser feita com o cartão Vale-Cultura.

Classificação 14 anos.