Foto: SEFA

A equipe de fiscalização volante da Delegacia Regional da Receita Estadual de Curitiba apreendeu veículos que faziam transporte irregular de mercadorias como sucata de alumínio, rodas de liga leve, garrafeiras e outros produtos, no valor de R$ 325 mil. A irregularidade resultou no lançamento de mais de R$ 156 mil em autos de infração, para recuperar o ICMS sonegado nas operações.

A operação, realizada nesta terça-feira (9) no Posto da Polícia Rodoviária Federal de Taquari, faz parte de um esforço concentrado que a Receita Estadual está fazendo para combater a sonegação, que afeta diretamente os cofres públicos.

De acordo com o diretor da Receita, Luiz Moraes Junior, as ações não se restringem à fiscalização no trânsito de mercadorias pelas rodovias paranaenses. O órgão, vinculado à Secretaria de Estado da Fazenda, está intensificando também a fiscalização direta nos estabelecimentos comerciais, em esforço que pretende também enfrentar a concorrência desleal entre as empresas.

As equipes volantes da Regional da Receita em Curitiba contabilizam, desde o início do ano, a apreensão de R$ 9,79 milhões em mercadorias que estavam sendo transportadas com irregularidades na documentação fiscal. Desse trabalho resultou um total de 528 autos de infração, com recuperação de R$ 4,7 milhões em ICMS e multas para o governo do Estado.

“O resultado alcançado demonstra a necessidade de incremento nesta atividade, visando coibir este tipo de sonegação do imposto”, afirma o inspetor regional de Fiscalização e assessor operacional da Regional, Gilmar Ciriaco.