Queda da Selic

807

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (20) que a redução da taxa básica de juros, a Selic, resultará em uma economia de R$ 110 bilhões para os cofres públicos. Esta semana, após reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o Banco Central decidiu reduzir a Selic em 0,5 ponto percentual, chegando a 4,5% – o menor percentual já registrado.

“Só de juros, ano que vem, vamos pagar, dada a [redução da] taxa Selic, menos R$ 110 bilhões em juros. Estamos recuperando o Brasil. Não é fácil”, disse o presidente ao deixar o Palácio da Alvorada nesta manhã.

Jair Bolsonaro assistiu muitos filmes de guerra estrelados por John Wayne, que se dividia entre esse gênero e os filmes de caubói (eram chamados assim pelos brasileiros). Agora, se muita gente garante que o nome “Aliança pelo Brasil” foi inspirado em “Aliança para o Progresso”, o comercial para desfiliação de membros de outros partidos para assinarem pela oficialização da nova sigla, tem trecho que remete à invasão da Normandia nos anos 40. O narrador convoca: “Hoje é o Dia D, exército de Aliados! Dia de desfiliação. De se libertar da velha política e participar da construção de um novo Brasil!.”

Indulto

Sobre o indulto de Natal, o presidente Jair Bolsonaro disse que, apesar de ainda não ter assinado, já decidiu que a medida, destinada a conceder perdão a presos, beneficiará policiais presos injustamente. “Talvez assine hoje. Não assinei ainda, mas vai incluir policiais”, disse Bolsonaro, sem dar maiores detalhes sobre os critérios do benefício.

 

Para comparar

Hoje, o total de parasitas indicados por políticos, sem nenhum controle dos estados, das prefeituras, da União e dos cidadãos alcança nada menos do que 1,174 milhão de assessores parlamentares. Em 2018, as Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) tinha em efetivo do que se pode chamar de “Forças Desarmadas dos Assessores Parlamentares”. Mais: além dos citados, existem ainda – e apenas no Congresso – assessores parlamentares concursados efetivos que, no ano passado, eram 7.822 ativos e 14.222 inativos.

 

Pior é melhor

Quem diria: o Planalto e o ministro Ricardo Salles consideraram a CoP25 um “sucesso”: as grandes potências não chegaram a um consenso sobre o fundo de “perdas e danos” ambientais e as discussões sobre regulamentação do mercado de carbono foram um fracasso. Como diria Francelino, “Que país é esse?”.

 

Sacudindo os ombros

As últimas operações da Polícia Federal no Norte e Nordeste alcançou governadores, vice-governadores, familiares de governadores, diretores, hospitais e escolas públicas, assembleias legislativas e até um tribunal de contas, que deveriam fiscalizar o bom uso do dinheiro público. A Lava Jato, em cinco anos e 69 operações, recuperou R$ 14 bilhões. Mesmo assim, os assaltos à coisa pública continuam com uma novidade: os assaltantes acham que não irão para a cadeia.

 

Custou caro

A cassação do mandato da senadora Selma Arruda, a “Sérgio Moro de saias”, vai custar caro aos cofres públicos. O TSE será forçado a repassar para o TRE do Mato Grosso perto de R$ 9 milhões para realização da eleição suplementar no estado. A Advocacia-Geral da União vai entrar em ação querendo cobrar a fatura da ex-senadora – e, certamente, ela não pagará.

 

Moeda física

Nem tudo é digital: a moeda física ainda é o principal meio de pagamento do país, usado por 60% da população, o que significa que o saque nos caixas eletrônicos deve persistir no futuro próximo como opção à população. O modelo vigente de caixas eletrônicos no Brasil tem resultado num número de terminais de autoatendimento por habitante acima da média internacional, mas com baixo número de transações por terminal.

 

“Olhos azuis”

Trecho de discurso, esta semana, do general Luiz Eduardo Ramos, secretário do Governo, dirigindo-se a Jair Bolsonaro: “Em que pesem as críticas infundadas, presidente, o senhor está arrebentando”. E elogiou o brilho dos olhos do Chefe do Governo, “esses olhos azuis que conheci em 73”. Mas disse que fazia a observação “de maneira hétera”. Os presentes se entreolharam.

 

Assim não dá

Ainda os caixas eletrônicos: as instituições financeiras de menor porte estão reclamando dos altos impostos a elas para ter acesso aos terminais. O saque para um cliente de fintech pode chegar hoje a R$ 6,50. O Banco Central já admitiu que poderia impedir que uma rede de caixas eletrônicos cobre de um cliente de fintech um valor oferecido a seus próprios clientes. Daí a adotar a providência vai uma longa distância.

 

Olho no spread

A taxa Selic de juros está muito baixa (4,6%) e a taxa de juros de crédito livre nos bancos continua no mesmo patamar (36%) em 2014 quando a Selic estava em 11%. Ou seja: se não caiu proporcionalmente, o spread aumentou. Era de 24,6% em 2014 e está em 30,4%. Também a alíquota de compulsório é menor e o crédito direcionado encolheu muito. Ou seja: os culpados sugeririam um spread mais baixo – e não mais alto.

 

Penúria

Alguns estados participam de desenfreada corrida para antecipar receitas do IPVA de 2020. O assunto foi discutido no Confaz quando se discutia a PEC de extinção dos fundos setoriais. Alguns estados vão dar desconto da ordem de 20 para quem pagar até dia 30. Os governadores esperam que o 13º dos contribuintes sirva para pagar o mesmo benefício aos servidores públicos estaduais.

 

Vontade

O apresentador Luciano Huck tem confidenciado apenas a amigos muito chegados que tem vontade de se candidatar à Presidência em 2022. E acha que contaria com apoio (nada de filiação) do PSDB e do DEM, num bloco de centro-direita.

 

Filete dourados

A Justiça Federal gastou R$ 46 mil num pregão eletrônico para comprar 200 pratos rasos, 460 pratos de sobremesa, xicaras e pires de porcelana e 500 copos, todos decorados com filetes dourados personalizados. Também foram adquiridos em pregões eletrônicos 27 carros tipo sedan médio, moldura de aço escovado para porta-retratos dos desembargadores e mobiliários novos para os gabinetes.

 

Destruidor

O ex-ministro Santos Cruz revelou, numa entrevista, que quando Abraham Weintraub ia tomar posse no Ministério da Educação, na condição de ainda Secretário do Governo, tratou de oferecer apoio: “Se precisar, estamos prontos para contribuir num projeto de reforma da Educação”. Na hora, Weintraub não deixou por menos: “Reforma? Que reforma: eu vou é destruir tudo para depois construir de novo”. Deverá ser derrubado em meio à pretensão.

 

Melhor não

O especial de Natal do Porta dos Fundos, que mostra um Cristo gay, continua sob ataque com cristãos cancelando assinaturas da Netflix. Os integrantes estavam com medo dos mulçumanos por apenas uma menção, ou seja, essa é uma área – e eles sabem – que não comporta humor de nenhuma espécie. À certa altura, Cristo se encontra com outras divindades, aparecendo Buda, Shiva e até Jah do rastafari. Alá, não: só foi mencionado, não aparece e Buda explica que “ele deu uma saidinha”. Mas, ainda tem integrante do Porta dos Fundos que teme uma represália dos muçulmanos.

 

País das perfumarias

O economista Ricardo Bergamini diz que “o Brasil sempre foi o país das reformas de perfumaria apenas para alimentar essa tragédia imoral da concentração de renda de forma perene”. E emenda: “Todos os governantes do Brasil tiveram esses projetos em seus governos – e todos fracassaram”. E para encerrar: “Todas as mudanças no Brasil são promovidas para que tudo permaneça no mesmo lugar”.

 

Crimes aéreos

Nova frente de combate de Sérgio Moro ao crime organizados: a Polícia Federal, com apoio da Anac, está investigando hangares e oficinas de reparos de aeronaves no Centro-Oeste. A área de investigação da PF rastreou uma rede de manutenção de aviões usados por facções criminosas para o tráfico de drogas e contrabando, especialmente na fronteira com Paraguai e Bolívia. São mais de 20 oficinas suspeitas de servir de biombo do crime organizado, sobretudo o PCC.

 

Estratégia

Tarcísio Freitas, ministro da Infraestrutura, determinou que a Infraero venda primeiro sua fatia de 49% no aeroporto de Guarulhos. A aposta é que um ágio mais elevado no principal terminal do país ajude a impulsionar valorizações de participações da estatal em outros aeroportos privatizados – Galeão, Viracopos, Confins e Brasília. O governo quer vender tudo até o fim do ano que vem.

 

Dupla

Gloria Maria e Sandra Annenberg apresentarão, dia 27 a Retrospectiva 2019, programa da Globo que relembra fatos marcantes dos últimos 12 meses. Será a primeira sem a presença de Sérgio Chapelin, que se aposentou aos 78 anos. À propósito: em 2020, a dupla não apresentará mais o Globo Repórter, que Chapelin também apresentava. Haverá mudanças, mas ainda nada foi confirmado como será no futuro.

 

Ao vivo

Está decretado que, em 2020, o programa de Fausto Silva deixará de ser ao vivo. A ideia da Globo é que em domingos, ele consiga gravar até três programas adiantados, com grande economia de custos gerais. Importante: a Globo deverá tesourar nas edições dos programas quaisquer comentários de ordem política e de crítica ao governo. Faustão sabe disso, mas, publicamente, garantirá que nada acontecerá. Ainda o apartamento do animador: o novo tríplex dele no Jardim Europa, em São Paulo, tem 1.480 metros quadrados e o condomínio é de R$ 11 mil mensais.

 

Mais impostos

Criar impostos é uma ideia fixa de Paulo Guedes, o “posto Ipiranga” do governo Bolsonaro: agora, num balanço do ano, ele voltou a defender a criação de um imposto sobre transações digitais para compensar descontos dados a empregadores sobre contribuições da folha de salários, o que o presidente já tratou de desmentir.

 

Fazendo a cabeça

A CBF quer levar um grupo de parlamentares para acompanhar o Mundial de Clubes, no Qatar. Rogério Caboclo, presidente da entidade, aproveitará para conversar com congressistas e tratar de convencê-los a jogar para escanteio o projeto de clube-empresa do deputado Pedro Paulo, que Rodrigo Maia, presidente da Câmara, gosta muito.

 

Surpresa

Nesses dias, alguém escutou de Lula que gostaria de ter um filho com sua namorada Janja. E está atônito até agora.

 

Novidade

Nova resolução assinada pelo presidente do Conselho Nacional de Justiça, ministro Dias Toffoli, autoriza o teletrabalho integral ou parcial, a todos os servidores do Judiciário. Significa que agora eles podem trabalhar de casa, plugados num computador. Os mais irônicos dizem “Agora, vai”.

 

Altar

No lançamento de campanha de R$ 40 milhões para falar bem do governo, o secretário Fábio Wajngarten disse que a iniciativa “vai resgatar o orgulho e o sentimento de pertencimento do brasileiro”. Mais adiante, disse que o chefe seria vítima de “uma insana e abominável perseguição”, movida por veículos “sem limites e sem escrúpulos”. Os mais irônicos disseram que ele poderia “erguer um altar” a Bolsonaro no gabinete da Secom.

 

Belive or not

Na criação do vídeo para desfiliação de membros de outros partidos para assinarem a lista para a oficialização do “Aliança pelo Brasil”, com direito a um “Dia D” (lembrança da invasão de Normandia na Segunda Guerra), houve quem quisesse colocar de fundo musical o famoso Anchors Aweigh (Levantar âncoras, em tradução livre), hino da Marinha americana, que sempre tocava nos filmes de guerras dos anos 50 e 60.

Frases

 “Os jogadores de futebol esqueceram que existe um mundo real, que tem mancha nas praias do Nordeste, que a crise econômica no Brasil é grande, que a violência é muito grande.”

Walter Casagrande