O Paris Saint-Germain comunicou através de nota oficial neste sábado (08) que o tempo de recuperação da lesão ligamentar no tornozelo direito de Neymar é de quatro semanas. O jogador foi examinado pelo clube francês, que descartou qualquer hipótese de tratar o problema físico com uma cirurgia.
Segundo o comunicado do PSG, dois médicos participaram da avaliação feita em Neymar: Laurent Amont, que integra a comissão técnica da equipe parisiense, e Gérard Saillant, definido como “figura internacional da medicina esportiva e membro do conselho médico do clube”.
Com esse prazo de recuperação de quatro semanas, Neymar não teria condições de jogar nenhuma fase da Copa América. Nem mesmo se a seleção brasileira chegasse até a final do torneio, marcada para o dia 7 de julho. O atacante só voltaria a treinar daqui um mês, ou seja, já depois do fim da competição.
Neymar se lesionou no primeiro tempo do amistoso do Brasil contra o Qatar, disputado na última quarta-feira, em Brasília. O astro chegou a tentar ficar em campo, mas logo saiu chorando, precisou ser carregado para o vestiário e saiu para um hospital com a partida ainda em andamento. A CBF anunciou o corte do jogador horas depois, na madrugada de quinta.
Sem o camisa 10, Tite resolveu convocar Willian para completar a lista da Copa América. Mas no time titular quem deve ganhar uma chance é David Neres. Foi o que o técnico sinalizou durante o treino de hoje, em Porto Alegre. A primeira oportunidade para o atacante do Ajax será amanhã, às 16h, contra Honduras, em novo amistoso, desta vez no Beira-Rio.