A crise financeira atingiu o Brasil com força, iniciando seus efeitos em 2015 e intensificando em 2016. Neste ano, apesar de uma leve melhora nos indicadores, o país ainda convive com desemprego e inflação. Nesse processo catastrófico, praticamente todos os setores econômicos sofreram muito, podendo-se citar o comércio e a indústria como os mais castigados. Entre tantos desgostos, um dos setores, porém, parece ter passado pelas provações sem passar tantos apuros: a agricultura.
O volume exportado pelo setor agropecuário teve crescimento de 151% nesse último mês de outubro. Os dados são do indicador mensal de Comércio Exterior do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre/Icomex), que traz os principais dados da balança comercial brasileira. É um resultado fantástico que deixa clara a importância dos investimentos no setor. Cabe ao governo e à iniciativa privada insistir no desenvolvimento das atividades agrícolas do país. Assim, todo o sistema econômico sai ganhando – empregos são gerados no campo, nas indústrias de alimentos e nas lojas que vendem os produtos finais. Todo mundo é beneficiado!