Foto: Luiz Costa /SMCS.

O prefeito Rafael Greca sancionou, nesta quinta-feira (10/10), no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), a nova Lei de Zoneamento, Uso e Ocupação do Solo de Curitiba (Lei nº 15.511, de 2019),

A aprovação da nova legislação permitirá a modernização dos processos de licenciamento pela Prefeitura, um trabalho já está em curso pela Secretaria Municipal de Urbanismo.

“Será possível tirar alvarás mais rápidos, a partir de um sistema online. Esta lei é um marco de civilidade, maturidade, tradição e inovação”, disse Greca, que se emocionou ao sancionar a lei. “O mapa é lindo. Curitiba é emoldurada pelas áreas de preservação do Passaúna e do Rio Iguaçu. Os rios podem não ser os mais lindos do mundo, mas são os mais protegidos e queridos do Brasil”, afirmou.

A nova lei foi sancionada após ter sido aprovada por unanimidade na Câmara Municipal em dois turnos de votação. Ela entrará em vigor em 180 dias.

O evento de sanção reuniu vereadores, secretários municipais, representantes de entidades de classe e lideranças comunitárias que participaram do processo de discussão da lei.

Participaram do evento no Ippuc o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel, o presidente da Câmara Municipal, Sabino Picolo, e os vereadores Pier Petruziello, Serginho do Posto, Beto Moraes, Julieta Reis, Fabiane Rosa, Bruno Pessuti, Edson do Parolin, Mauro Bobato, Tito Zeglin, Toninho da Farmácia, Paulo Rink, Tico Kusma, Oscalino do Povo, Geovane Fernandes, Rogério Campos e Alex Rato.

Também estiveram presentes, o presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Paraná (Sinduscon-PR), Sérgio Crema,o diretor do Sindicato da Habitação e Condomínios (Secovi-PR), Ricardo Hirodi Toyofuku, e outros representantes do G10, o grupo que reúne entidades representativas do setor produtivo de Curitiba e do Paraná.