Os preços dos combustíveis dispararam na semana passada, na média de todo o Brasil, segundo o levantamento semanal feito pela ANP (Agência Nacional do Petróleo).

Os preços dos combustíveis dispararam na semana passada, na média de todo o Brasil, segundo o levantamento semanal feito pela ANP (Agência Nacional do Petróleo). O álcool teve trajetória de queda encerrada, e subiu 6,08%. Na semana passada, o litro do combustível era encontrado, em média, por R$ 1,552, ante R$ 1,463 verificados na semana anterior.

Os valores divulgados pela ANP são a média praticada por Estado, desconsiderando os mais baixos e mais altos. Os preços de todos os Estados e municípios, separados por postos analisados e tipos de combustível, está disponível no site da agência reguladora.

A gasolina, que tem mistura de 25% de álcool anidro, seguiu o mesmo ritmo e registrou alta de 1,60%. O litro do combustível passou de R$ 2,494, em média, na semana de 17 a 23 de fevereiro, para R$ 2,534, na semana passada, compreendida entre 24 de fevereiro e 1º de março.

Já o preço médio do metro cúbico do GNV (Gás Natural Veicular) chegou a R$ 1,502 na semana passada, alta de 4,16% em relação à média de R$ 1,442 constatados nos sete dias imediatamente anteriores.

O litro do diesel aumentou 0,85%, passando de R$ 1,876 para R$ 1,892. Até mesmo o GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) apresentou variação positiva. O preço do botijão de 13 quilos subiu 1,46% na semana passada, para R$ 33,28. Entre 17 e 23 de fevereiro, era encontrado, em média, por R$ 32,81.

O levantamento da ANP para esses combustíveis leva em conta pesquisa feita em mais de 8 mil postos em todo o Brasil. Para o preço do GNV, são considerados 479 postos, já que o combustível não chega a todas as regiões do país.

O preço dos combustíveis vinha em trajetória estável, ou descendente, ao longo de fevereiro, de acordo com a ANP. O litro do álcool variou, nas três semanas anteriores, entre R$ 1,463 e R$ 1,474. A gasolina não passou de R$ 2,498, registrado na primeira semana, de 3 a 9 de fevereiro. Depois disso, variou apenas para R$ 2,494, entre 17 e 23 de fevereiro, até subir para R$ 2,534 na semana passada.

O GNV variou entre R$ 1,427 e R$ 1,442 nas três primeiras pesquisas de fevereiro. O diesel quase não teve variação nesse período, evoluindo de R$ 1,875 para R$ 1,876. O mesmo ocorreu com o GLP, cujo preço do botijão variou entre R$ 32,80 e R$ 32,82 nas três primeiras semanas de fevereiro, antes de subir para R$ 33,28 na última semana do mês.