Com o Pontomais, ao invés de adquirir aparelhos de relógio-ponto, as empresas podem optar que os funcionários batam ponto através de qualquer dispositivo que tenha internet

Patrícia Vieira

A empresa curitibana Pontomais surgiu em 2016 com o objetivo de modernizar a gestão das empresas em relação ao controle de frequência e horários dos seus colaboradores. O sistema Pontomais substitui o aparelho de relógio-ponto permitindo que os funcionários utilizem qualquer dispositivo que tenha internet para bater o ponto, possibilitando ainda que os gestores acompanhem os horários em tempo real. A empresa que vem registrando crescimento constante, espera faturar R$ 4 milhões neste ano.

DI&C: Quais os serviços e produtos a Pontomais oferece aos seus clientes?

Machado: A ideia é simples: com o Pontomais, ao invés de adquirir aparelhos de relógio-ponto, as empresas podem optar que os funcionários batam ponto através de qualquer dispositivo que tenha internet (celulares, computadores e tablets) e, por meio desse sistema é possível fazer todo o acompanhamento, tratamento e fechamento de ponto de forma digital e facilitada.

Todos os registros mostram a hora e o local exato da batida (via geolocalização) e podem ser feitos também com auditoria fotográfica via QR Code.

Além de fornecer as melhores opções para registro de ponto, o Pontomais ainda permite que o gestor acompanhe entradas, saídas, atrasos e bancos de horas em tempo real, aprove solicitações de ajustes de ponto, receba atestados médicos, registre alertas de intervalos irregulares, lembretes de registro e muito mais, tudo online dentro do sistema.

Para o RH, a facilidade fica por conta do fechamento de folha ponto que pode ser feito em alguns cliques – uma vez que o sistema faz todos os cálculos automaticamente – e da geração de relatórios de jornada como o espelho-ponto e o relatório AFD (obrigatório em casos de fiscalização do Ministério do Trabalho).

DI&C: Como funciona o sistema de controle de ponto eletrônico em tempo real?

Machado: Os gestores conseguem acompanhar a jornada e a assiduidade da equipe em tempo real até quando estiverem fora da empresa, acessando o Pontomais por meio do notebook e até do celular. O sistema conta com um painel que mostra o status da jornada de cada um dos colaboradores com informações detalhadas, disponível para aqueles que possuem o acesso especial de gestor. Para um controle ainda mais preciso, o gestor ou o responsável do RH pode optar por receber notificações no celular a cada batida de ponto, atraso registrado, hora extra realizada, intervalo obrigatório não cumprido, solicitação de ajuste de ponto e muito mais.

DI&C: O sistema oferecido pela Pontomais pode ser usado por empresas de todos os portes e segmentos?

Machado: Sim. Pode ser utilizado para registro e controle de ponto de quantos colaboradores forem necessários, desde funcionários únicos (empregado doméstico, terceirizado ou em regime de home office) até por empresas que possuem milhares de funcionários com turnos e escalas de trabalho diferentes. A relação custo-benefício é muito interessante, pois não envolve investimentos iniciais nem a aquisição de equipamentos.

DI&C: O sistema é padrão ou personalizado de acordo com as necessidades de cada empresa?

Machado: Uma das maiores vantagens do Pontomais é a capacidade de se adaptar às necessidades de cada empresa. Você pode configurar diferentes tipos de turnos e escalas de trabalho, conforme for necessário. Também pode controlar o ponto de funcionários que trabalham remotamente, equipes externas, empregados domésticos, etc.

DI&C: E como funcionam os pagamentos?

Machado: O Pontomais facilita até na hora de pagar. O pagamento funciona da mesma forma que a Netflix, por exemplo: você paga e usa mês a mês. No valor da mensalidade – que é um valor bem reduzido, comparado a todas as vantagens – já está incluso a implantação do sistema, o treinamento, a integração com a folha de pagamento, as atualizações e um suporte sempre pronto para ajudar.

DI&C: Quais os principais clientes da Pontomais?

Machado: Nós temos clientes em todo o país e, principalmente, no Paraná. Entre eles estão o Shopping Mueller, o grupo Sulpar, a Softpar, o Bar do Victor, Grupo Services, Guia Bolso, Cacau Show, SambaTech e a Ebanx.

DI&C: A Pontomais chegou a registrar 1.000% de crescimento em 2017, além do crescimento contínuo de 20% ao mês. Qual a expectativa para este ano?

Machado: Temos a expectativa de triplicar de tamanho, atingindo R$ 4 milhões de faturamento, e seguir mantendo o crescimento contínuo de 20% ao mês.

DI&C: Quais as expectativas e projetos da Pontomais para o futuro?

Machado: Trabalhamos para ocupar a liderança e virar uma referência no mercado nacional. Até 2020, esperamos ter um faturamento de R$ 16 milhões e atender mais de cem mil empresas. Atualmente estamos trabalhando em novas funcionalidades para o sistema e em breve vamos lançar mais um recurso inovador.

Perfil

Fundação: Março de 2016

Área de atuação: Tecnologia e recursos humanos

Local de atuação: Todo o Brasil

Localização: Curitiba/PR

Proprietários ou acionistas: Gilmar Francisco Pértile, Hendrik Machado, Mauricio Silva

Funcionários: 31

Projeção de crescimento para 2018: Faturamento de 4 milhões.

 

História

A história do Pontomais começou dentro de uma fábrica de relógio-ponto, em que percebemos um gap de mercado e uma oportunidade de negócio que poderia modernizar as rotinas de controle de ponto e aposentar o velho modelo de registro de ponto de funcionários nas empresas.

Estruturamos a ideia do sistema, recebemos o aporte monetário do nosso investidor anjo, Gilmar Francisco Pértile, e em menos de 6 meses o Pontomais já estava no mercado.

Começamos nossa operação em março de 2016 em um escritório de coworking com uma equipe de 3 pessoas e hoje, 2 anos depois, já estamos no segundo andar da uma nova sede, com mais de 30 pessoas no time. E as novas contratações não param! Com uma proposta ousada e uma grande recepção do público, tivemos um rápido desenvolvimento no primeiro ano, alcançando crescimento de 1000% em 2017 e seguimos com crescimento contínuo de 20% ao mês.