Os voos de Alberto Santos Dumont e as nuances da cultura africana na aristocrática Petrópolis se encontram no projeto Referências Brasileiras, um dos charmosos capítulos do salão anual de design Inspiramais, recém-realizado em São Paulo pela Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos-Assintecal. A lembrar: as duas últimas edições do projeto tiveram protótipos selecionados para a Semana de Design de Milão
A designer gaúcha Julia Webber e um grupo de empresas inovadoras concretizaram o projeto, que busca conectar as tendências globais da moda a inspirações enraizadas na cultura brasileira. Nesta edição, que traz uma prévia da moda para o primeiro semestre de 2021, a pesquisa de linguagens para superfícies, formas e estética de materiais e produtos de moda passeou pela serrana Petrópolis, no Rio de Janeiro, onde, não só o balão Brésil e do 14-bisos, como também a fabulosa casa e a elegância do Pai da Aviação serviram de referência para compor peças de moda, utilitárias ou decorativas.
Os degraus modulares da escada criada para economizar espaço (só se pisa com o pé direito), o chuveiro com aquecimento e o relógio de pulso Cartier foram observados, como até o tubo para guardar mapas e projetos serviu de modelo para uma bolsa. Os materiais usados são ecologicamente sustentáveis, como escamas de pirarucu e tecido sustentável, feito de garrafa pet e algodão reciclado.
“Em 2021_I, buscamos sincronia e conexões. Olhamos para Petrópolis, fundada por D. Pedro II numa época de grandes descobertas científicas. Petrópolis de barões e palacetes, onde Dumont construiu uma casa que, como seus estudos sobre aviação, era prática e minimalista”, lembra Julia Webber.
Entre o encontro de Santos Dumont e seus inventos, mais a disposição de construir uma imagem positiva do Brasil no exterior, surgem os voos dos capoeiristas e o calor das rodas de samba em estampas trabalhadas com linhas digitais. A cartela de cores, predominando rosa e azul, obedeceu às telas renascentistas, pois para Walter Rodrigues, coordenador geral do Núcleo de Design da Assintencal, a época tecnológica de hoje teve um paralelo no Renascimento. E os designers buscam conexões e sincronias, para esperar (ou desejar) uma tranquilidade zen em 2021.
Além do projeto Referências Brasileiras, Petrópolis serviu de laboratório de ideias para Walter Rodrigues, o estilista por excelência. Para compor o projeto Icnografia Local, ele avistou nos palácios e nos trajes imperiais, volumes, bordados e formas capazes de se compor com as prosaicas camisetas. O tradicional e o moderno, o manual e o tecnológico, os sonhos e pesadelos são dicotomias que, ao final, se harmonizam e se conectam, segundo o olhar dos visionários.
Para esta edição, as empresas parceiras são Aletta, Cipatex, Cuscoloko, Finileather , Nova Kaeru, Despi, Junior Costa,LRB Tecidos, Mangue, Manoela Moog, Master Bord, Nipesi, Stickfran, Werner, e Visual.
Promoção: Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos , Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, Centro das Indústrias de Curtume do Brasil e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos-Apex Brasil.