Em temporada gratuita, a montagem People vs People, de Diego Marchioro, Fernando de Proença e Isabel Teixeira, entra em cartaz em 7 de novembro, no Centro Cultural da Fiep. Essa é a segunda peça da Te(a)tralogia da Manipulação, que abrange quatro peças criadas por um mesmo grupo de artistas, tendo por fio condutor o poder do controle da linguagem.

Na primeira montagem, LovLovLov, o centro da ação era Carmen Miranda, vítima de manipuladores. Já em People vs People, valendo-se da linguagem dos tribunais, o personagem é o próprio discurso – uma entrevista que aos poucos se transforma em julgamento.  Os dois atores – Fernando Proença, que também é jornalista, e Diego Marchioro – evidenciam discursos que, retirados de seus contextos, são incriminadores.

Outro personagem é a luz de Beto Bruel, que pontua a trama até seu clímax de tragédia. Destaque também para as trilhas musicais de Edith de Camargo, Ná Ozzetti e Kiko Dinucci, todas originais.

Produção de Rumo Empreendimentos Culturais por meio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura (Fundação Cultural de Curitiba), incentivos do Sistema Fiep, Apolar Imóveis, Celepar e Selectas.

Agende-se: 7 de novembro a 14 de dezembro, no Centro Cultural Sistema Fiep/Sala Black Box (Rua Paula Gomes, 270, bairro São Francisco. Fones 3271-9560/ 99876-3596). Quintas e sextas às 20h, aos sábados às 18h e 20h. Entrada franca (bilheteria abre uma hora antes de cada sessão).