Seguia a pátria mãe tão distraída, ocupada com os hackers que responsáveis pela invasão dos celulares do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, do procurador federal Deltan Dallagnol e de outras centenas de autoridades dos três poderes. Enquanto isso, a Petrobras aprovou a venda de uma fatia de 30% na empresa de combustíveis BR Distribuidora por 8,56 bilhões de reais, mas o negócio poderá envolver até 9,6 bilhões de reais se também for negociado um lote adicional de ações. A Petrobras ainda quer vender oito refinarias, com metade da capacidade de refino do país, além de unidades de gás, em meio a um plano do governo de quebrar monopólios.

A operação, em uma oferta de ações precificada na noite de terça-feira, fixou os papéis da BR em 24,50 reais e reduziu a participação da Petrobras na companhia para 41,25%, de 71,25% anteriormente, o que na prática privatiza a antiga subsidiária da estatal. O lote suplementar da oferta deve ser negociado ao longo das próximas semanas. Se houver sucesso, a fatia da Petrobras na BR seria reduzida para 37,5%.

A Petrobras já havia reduzido sua participação na BR Distribuidora no final de 2017, com uma oferta inicial de ações (IPO) que levantou aproximadamente 5 bilhões de reais e levou a petroleira a ficar com 71,25% da empresa, antes uma subsidiária integral.

Richa pede anulação

O ex-governador Beto Richa (PSDB) entrou com novo recurso no Supremo Tribunal Federal pedindo a anulação da ação que ele responde na 13ª Vara Criminal de Curitiba, no âmbito da operação Rádio Patrulha, do Ministério Público Estadual, que investiga suspeitas de fraude em licitação do programa “Patrulha do Campo”, de obras em estradas rurais. Richa é acusado de receber propina para favorecer empresas em licitação para a aquisição de máquinas.

Exoneração no Porto

Uma decisão liminar, assinada pelo juiz Rafael Kramer Braga, nesta semana, determinou que o Governo do Paraná exonere o diretor financeiro da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), Luiz Fernando Gaspari de Oliveira Lima. A determinação veio em resposta a um pedido do Ministério Público. As informações são do Agora Litoral.

Contas irregulares

O MP argumentou que Luiz Fernando Lima teve as contas julgadas irregulares no período em que atuou na Fundação Municipal de Turismo de Paranaguá e também que a nomeação dele para a APPA fere a Lei das Estatais, entre outros motivos por ter atuado na campanha eleitoral do então candidato a governador Carlos Massa Ratinho Junior.

 

Tarifa congelada

O valor da passagem de ônibus em Curitiba vai se manter em R$ 4,50 até o ano que vem. O valor da tarifa até fevereiro de 2020 foi acertado com um convênio entre a prefeitura e o governo do Paraná firmado nesta segunda-feira, 22. Pelo convênio ficou acertado que o Estado vai repassar R$ 40 milhões ao município, o que irá garantir o subsídio da tarifa. Atualmente, o custo real da passagem de ônibus é de R$ 4,79.

Subsidiada

A prefeitura e o governo, porém, bancam a diferença de R$ 0,29 em favor do usuário, que só paga R$ 4,50. Esse é o mesmo valor que está em vigor desde março deste ano.Além do preço da passagem, o convênio também acertou a criação de novas faixas exclusivas para os ônibus de Curitiba. A maioria delas fica na região central da cidade, nas ruas João Negrão, Marechal Deodoro, Emiliano Perneta, Amintas de Barros, Alfredo Bufren e Imaculada Conceição, essa perto da PUC até a Linha Verde. As faixas devem ser implantadas em até seis meses – ou seja, até janeiro do ano que vem.

Hacker confessou

Walter Delgatti Neto, considerado o líder dos hackers presos nesta terça-feira (23), teria confirmado à Polícia Federal ter sido responsável pela invasão dos celulares do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, do procurador federal Deltan Dallagnol e de outras centenas de autoridades dos três poderes.

Colaborando

Delgatti está colaborando com as investigações. Ele permitiu que a PF tivesse acesso a todos os seus arquivos armazenados em nuvem e confirmou aos investigadores que o material divulgado pelo Intercept é fruto do ataque cibernético. De acordo com Delgatti, houve casos apenas de invasões a celulares, outros de roubo de dados e ainda de sequestro da linha para simular conversas com terceiros

Os 4 hackers

Um DJ, a mulher dele e um amigo estão entre os quatro presos na terça-feira (23) na operação que investiga a invasão do celular do ministro Sergio Moro. Os dois homens são de Araraquara, no interior de São Paulo, se conhecem desde a infância e têm passagens pela polícia, de acordo com a apuração do grupo EPTV. Um foi preso em Ribeirão Preto e o outro na capital paulista. A terceira pessoa é a mulher de um deles, que também morou em Araraquara e foi presa na capital. O quarto suspeito foi preso em Araraquara onde mora.

Central de Biogás

Projeto envolve Parque Tecnológico Itaipu, mantido por Itaipu, CIBiogás e Copel, foi inaugurado nesta quarta-feira, 24 uma minicentral termoelétrica de biogás (MCT) inaugurada nesta quarta-feira, 24, em Entre Rios do Oeste, no extremo Oeste do Paraná, com 480 kW de potência instalada, vai “zerar” a conta de energia de 72 unidades consumidoras da prefeitura. O projeto, que reúne o Parque Tecnológico Itaipu, mantido por Itaipu, CIBiogás e Copel, foi inaugurado nesta quarta-feira, 24, pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e diretores das instituições envolvidas na parceria. A iniciativa a longo prazo vai resultar em economia para a população do município, além de resolver o problema ambiental causado pela grande quantidade de dejetos gerada pela produção animal local.

Falha de operadoras

Segundo investigação da Polícia Federal, para aplicar o golpe os invasores se aproveitaram de uma fragilidade comum a todas as operadoras telefônicas. Quando uma pessoa liga para ela própria, não se exige senha para ouvir recados na caixa postal. Foi essa a porta de entrada para se chegar às informações.

Patriota convida

No próximo domingo (28/07) Curitiba dará um grande passo para a administração do futuro. Liderado por Fabiano Dos Santos, o PATRIOTA – 51 apresentará sua Comissão Executiva Estadual que será responsável pela estruturação do partido nos 399 municípios paranaenses. Princípios como desburocratização e um Estado fiscalmente responsável, juntamente com a valorização da família tradicional, fazem do PATRIOTA um partido de direita conservadora.

Limite nos saques

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, confirmou na manhã desta quarta-feira, 24, a liberação do saque de até R$ 500 das contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Em entrevista à Rádio Gaúcha, o ministro disse que a liberação irá injetar cerca de R$ 30 bilhões na economia brasileira neste ano e mais R$ 10 bilhões no ano que vem. Com os recursos do PIS/Pasep, o total chegará a R$ 42 bilhões, até março de 2020. As informações são do Bem Paraná.

Por conta

De acordo com o ministro, os saques terão o limite de R$ 500 por conta e não por CPF, contudo, serão proporcionais ao montante que o trabalhador tem na conta. Ou seja, quem tem um montante na faixa dos R$ 500, não poderá sacar tudo, pois terá de respeitar a proporcionalidade elaborada pela Caixa e que será anunciada na tarde desta quarta-feira, na cerimônia que ocorrerá a partir das 16h, no Palácio do Planalto. Onyx confirmou que dos 260 milhões de contas do FGTS, mais de 80%, ou 211 milhões, possuem saldo de apenas R$ 500.

Compra Direta

As cidades de Cornélio Procópio, Quatiguá, Itambaracá, Jundiaí do Sul e São José da Boa Vista, no Norte Pioneiro; Colombo, na região metropolitana de Curitiba e Rebouças, no Sul do Estado, serão atendidas com R$ 1 milhão pelo Compra Direta, programa do Ministério da Cidadania em parceria com as prefeituras. No total, serão atendidos 57 municípios do Paraná com R$ 7,3 milhões previstos no Programa de Aquisição de Alimentos.

Reajuste nos planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) definiu que as mensalidades dos planos de saúde individuais ou familiares poderão ter reajuste máximo de 7,35%. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira 24. O índice poderá ser aplicado aos planos de saúde que fizerem aniversário no período de maio de 2019 a abril de 2020.

Tesouro arrastado na crise

Também o governo paga um preço alto pelo agravamento da crise econômica, assunto menosprezado nos primeiros seis meses de mandato do presidente Jair Bolsonaro. Com negócios emperrados e longas filas de gente em busca de emprego, a arrecadação é fraca e está difícil conter em R$ 139 bilhões o buraco das contas primárias da União.

Fora do cálculo

Centenas de bilhões de reais de juros ficam fora do cálculo primário. Com o custo financeiro o quadro é muito pior, mas por enquanto o Ministério da Economia tenta cuidar do dia a dia da operação da máquina federal. O novo bloqueio de R$ 2,27 bilhões é parte do ajuste para impedir o estouro da meta e manter algum controle sobre um Orçamento já muito precário.

Fogo amigo

Desde a redemocratização, nunca um presidente nomeou tantos militares para seu governo e se atritou com outros tantos quanto Jair Bolsonaro. Da lista, constam Hamilton Mourão, vice-presidente, Santos Cruz e Rocha Paiva. Agora, Rêgo Barros, porta-voz da Presidência, deverá ser o quarto, sem que nenhum motivo muito especial provoque “fogo amigo” que, provavelmente, terminará em demissão. E esse “fogo amigo”, já apoiado pelo próprio Chefe do Governo, tem sido disparado por Carlos Bolsonaro, o 02, ao lado do deputado Marco Feliciano, que sonha ser vice de Bolsonaro em 2022, se ele tentar a reeleição.

 

Para pensar

Em recente evento no Comando de Operações Especiais, o presidente Jair Bolsonaro fez um discurso que deixou os oficiais meio perdidos, tentando decifrar o que o Chefe do Governo queria dizer. Bolsonaro disse: “Feliz é o país que tem umas Forças Armadas e forças auxiliares comprometidas com a democracia, mesmo com o sacrifício da própria vida ou com a destruição da própria reputação.

 

Olho no passado

O novo livro de Luiz Maklouf O cadete e o capitão – a vida de Jair Bolsonaro no quartel, explica parte dessa história: o Comando de Operações Especiais, criado em 2002, sucedeu um destacamento, cuja ação maior ocorrera no Araguaia nos anos 70. Foi o massacre de um grupo terrorista do PCdoB. Ou seja: Bolsonaro virou o primeiro presidente a reconhecer a carnificina como terrível para imagem do Exército na época. E ele lembrou: “Estou feliz com tudo o que aconteceu, mesmo com algo um tanto esquisito lá atrás”.

 

Bombas em quarteis

O cadete e o capitão – a vida de Jair Bolsonaro no quartel, de Luiz Maklouf, lembra que Bolsonaro, 32 anos atrás, estava envolvido num plano para explodir bombas em quarteis (tudo registrado nos arquivos do Exército e STM). A intenção era causar pânico para justificar aumento salarial da tropa.  Ou seja: nada a ver com ideologia ou política. Bolsonaro foi preso pelo Exército e um dos juízes do STM, José Luiz Clerot, escreveu: “Nem cem punições a um oficial não chegam aos pés de uma só das violações éticas desse capitão Bolsonaro”.

 

Comigo, não!

O novo aeroporto de Vitória da Conquista é resultado de governo anteriores (mesmo assim Bolsonaro tratou de inaugurá-lo) e foi batizado com o nome de Glauber Rocha, baiano ilustre. Sua filha, Paloma, convidada especial par ao evento, recusou-se a ir participar de qualquer coisa ao lado do atual presidente.

 

Mulher de Moro

Também advogada, Rosângela Moro, mulher do ministro Sérgio Moro, participou de evento da Lide Mulher, agora comandado por filho de João Doria, no Shopping Cidade Jardim, que sofre de baixo faturamento. Falou contra institutos “que esconde fins eleitorais e pessoais”. E chegou e saiu ao lado de Lydia Sayeg, joalheira que ficou conhecida no reality show Mulheres ricas, na Band em 2012.

 

Férias abaladas

O ministro da Educação Abraham Weintraub, empossado há pouco tempo, está em férias com a família em Alter do Chão (PA) e lá foi provocado por movimento chamado Engajamundo, que queria lhe entregar uma kafta (é um espeto usado em churrasco) referência ao episódio no qual errou o sobrenome do escritor Franz Kafka. Weintraub quase saiu no tapa com os integrantes do movimento.

 

Em alta

A cantora Anitta continua colhendo os frutos de seu trabalho, Atração de algumas propagandas, é uma das preferidas da atualidade. Agora estará à frente de três vídeos do Bacardi, onde mostrará como se faz três tradicionais drinques com a bebida: Mojito, Cuba Libre e Bacardí Cuatro Highball. Os vídeos serão lançados semanalmente no canal da bebida. O primeiro, que ensina a fazer Mojito, já está disponível.

 

Frente nacional

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), reeleito numa coligação que reuniu 16 partidos, do PT ao DEM, está defendendo a criação de uma frente ampla contra o bolsonarismo nas eleições municipais do ano que vem. Ele até já conversou com seu arquirrival José Sarney. Dino acha que Bolsonaro ameaça a democracia liderando uma “minoria sectária”. E o rotula como “insano”.

 

Ultra-direita

O general Eduardo Rocha Paiva, de extrema direita, que Bolsonaro chamou de “melancia” (verde por fora e vermelho por dentro, ou seja, comunista) por ter criticado seus filhos, é respeitadíssimo nas Forças Armadas. Tem doutorado em Aplicações, Planejamento e Estudos Militares na Escola de Comando do Estado-Maior do Exército, mais mestrado e duas pós-graduações. Em 2012, disse a Miriam Leitão que duvidava da tortura sofrida por Dilma Rousseff na ditadura e fez o prefácio do livro A verdade sufocada, de Brilhante Ustra.

 

Nova série

Vem aí nova série do Canal Brasil: é Colônia, estrelada por Fernanda Marques, mais participação de Andreia Horta e Rafaella Mandelli. Mostrará prostitutas reunidas no Hospital Colônia, com diversas cenas de nudez.

 

Em baixa

Dominantes no início dos anos 2002, os planos pré-pagos da telefonia móvel, estão em baixa. Entre 2015 e 2018, a base pré-paga brasileira perdeu 83,4 milhões de linhas. Desse total 61,4 milhões (73,62%) se referem ao desligamento do segundo chip. O restante migrou para planos pós.

 

Sonho diferente

Uma pesquisa feita pela OnePoll, encomendada pela Herbalife Nutrion, mostra que o brasileiro anda tendo sonhos estranhos, principalmente pela atual situação. O levantamento aponta 2 a cada 3 brasileiros sonham em pedir demissão. Destes sonhadores, 77% dizem que querem empreender, ou seja, abrir seu próprio negócio.

 

Empreender

Ainda sobre o sonho de pedir demissão: levantamento aponta quais são os motivos que os 77% que querem empreender; 64% querem ter flexibilidade de horário; 63% vontade de ser seu próprio chefe; 54% aumentar seus ganhos; 51% aumentar a satisfação profissional; e 50% seguir uma paixão.

 

Novo casal

O jornalismo brasileiro sempre foi marcado por grandes casais que dividiam as bancadas dos noticiosos. Foi assim com Eliakim Araújo e Leila Cordeiro, que ficaram conhecidos como casal 20; e William Bonner e Fátima Bernardes. Agora, Mari Palma e Phelipe Siani, recém-saídos da Globo toparam este desafio. Os dois irão ancorar novo trabalho na futura CNN Brasil. Mari Palma brinca: “Se um dia me dissessem que eu seria apresentadora da CNN, eu jamais acreditaria”.

 

Recorde

O governo Bolsonaro segue com um recorde jamais registrado e que começa a causar temor entre os brasileiros. É o de liberação de agrotóxicos: até agora, em pouco mais de 200 dias de governo, já foram liberados quase 300 rótulos.

 

Pedido

Aproveitando a presença do presidente Jair Bolsonaro na inauguração do aeroporto de Vitória da Conquista, o prefeito Herzem Gusmão (MDB) fez um pedido especial. Quer ajuda para a duplicação da BR-116 que liga Bahia o Rio. E ele tem argumento: com novo aeroporto, serão atendidas mais de 100 cidades entre Bahia e norte de Minas Gerais.

 

Nova norma

Está num trecho da reforma da Previdência, aprovada em primeiro turno na Câmara: o trabalhador de empresa estatal terá seu vínculo empregatício automaticamente no momento em que obtiver a aposentadoria por tempo de contribuição. Atualmente, o empregado se aposenta e continua na empresa, como ocorre com trabalhadores da iniciativa privada.

 

Genérica

Já está nos camelôs de São Paulo e Rio uma pílula anunciada como uma “versão japonesa” do famoso comprimido azul (Viagra) para impotência sexual. Quem vende, avisa que “não pode tomar inteiro, tem que partir no meio”. Preço: R$ 20 cada comprimido.

 

Mais visitantes

A Flip, maior evento literário de Paraty, já é considerado mais importante do que réveillon e Carnaval (não chega a ser uma unanimidade). Neste ano, teve 10% a mais de afluência comparado aos 26 mil visitantes de 2018. O evento captou R$ 5,7% milhões e reuniu 42 autores distribuídos em 20 mesas. Pelo auditório da Matriz (ingressos pagos) passaram 8.813 pessoas.

 

Alinhamento

Na semana que vem, Bolsonaro deve se reunir, em Brasília, com o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, cobrando “alinhamento” do partido ao governo. A reclamação do Chefe do Governo é que a sigla atua no Congresso “muito solta”.

 

Contra

É forte o lobby da construção civil para que Bolsonaro volte atrás na ideia de liberação dos saques atuais do FGTS. Os empresários da área acham que o dinheiro será desviado para outras coisas, menos casas ou apartamentos. Há quem aposte que o Chefe do Governo não vai ceder – e perder apoio de poderosos desse segmento.

 

Biografia

O ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, aquele que deixou o cargo por não ceder as pressões do também ex-ministro Geddel Vieira Lima, usou seu Twitter para criticar o atual ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicações, Marcos Pontes (ex-astronauta) que apoiou a Jair Bolsonaro no episódio dos números do desmatamento no Brasil, feito pela Inep. “É inacreditável o que as pessoas admitem fazer para manter um carguinho, para manter uma posição supostamente prestigiosa. O cargo de ministro passará, mas esse absurdo ficará registrado na sua biografia”.

 

Mesmo pensamento

O ex-presidente Michel Temer que aguarda ainda julgamento de processos envolvendo seu nome (e acredita que será preso) está advogando. Em entrevista a BBC Brasil, garante que muitos dos pensamentos do atual presidente Jair Bolsonaro estão indo de encontro aos seus.  Nas horas vagas, ele está aproveitando para assistir muito conteúdo da Netflix.

 

Não vai dar

No mesmo dia que o governo anunciou novo contingenciamento de R$ 1,44 bilhão, a ministra Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos, resolveu pedir ao ministro Paulo Guedes (Economia) mais R$ 1 bilhão no orçamento de 2020 para sua pasta. É quatro vezes o orçamento do ministério desse ano e quase equivalente ao novo contingenciamento. Resumo da ópera: não sai nem com ajuda da goiabeira.

 

Custa caro

Lula está preso a mais de 470 dias numa sala-cela na superintendência da Polícia Federal em Curitiba (era alojamento de policiais). A Polícia Federal estima que o custo para manter o ex-presidente preso é de R$ 10 mil por dia, ou seja, já voaram R$ 4,7 milhões até agora. Até o final do próximo mês, o total do petista condenado atingirá R$ 5 milhões. O custo médio de um preso aos cofres públicos no Brasil é de R$ 2,5 mil por mês (Lula custa R$ 300 mil mensais).

 

Guest star

A veterana e ainda rebolativa cantora Gretchen está fazendo uma participação especial na novela A dona do pedaço. Chamam a atenção o resultado de sucessivas plásticas em seu rosto e o tamanho de seu derrière, também resultado de intervenções.

 

Aplaudido

Nesses dias, o presidente Bolsonaro foi recebido com aplausos e gritos de “mito” na Brasília Capital Moto Week, um dos maiores eventos do tipo no mundo. Ele é motociclista, mas optou por andar (com muitos seguranças à volta) a pé no meio da multidão, fazendo acenos.

 

Menos trabalhos

A primeira vez que foi vista na TV ao lado de Dominguinhos, no especial de final de ano de Roberto Carlos, Paula Fernandes chamou a atenção e conquistou o rei e o público, em 2010.  Duplicou número de shows e o cachê aumentou, chegando a cobrar até R$ 250 mil. Hoje seu cachê não chega a R$ 120 mil e mesmo assim está recebendo muitos não. Ela tem a fama de antipática.

 

Aqui, não

O ministro Sérgio Moro, da Justiça e Segurança Pública, acaba de anunciar no Twitter (adotou estilo Bolsonaro): “O Brasil não será mais refugio para estrangeiros acusados ou condenados por crimes comuns (no caso, extorsão mediante sequestro), seja de Basttisti, Arrom, Marti e de outros. A nova postura é de cooperação internacional e respeito a tratados. Aqui não é terra sem lei”.

 

Toffoli certo

Carlos Andreazza, figura aplaudida por sua participação em programas de rádio, é um dos raros, em seu novo artigo, a declarar que a iniciativa do ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo, em sua decisão de eliminar investigações baseadas em determinados órgãos públicos caso não contenham autorização judicial, é absolutamente correta – e apoiada por leis.

 

“Recesso branco”

Parlamentares, quando tomam posse, juram cumprir a Constituição só que, rotineiramente, ignoraram a obrigação de votar a Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO). O “recesso branco” é uma manobra criada por congressistas que não querem aparecer no trabalho apesar do Parágrafo 2º do Artigo 57 da Constituição ser explicito: a sessão legislativa “não pode ser interrompida sem a aprovação” do projeto LDO.

 

Depressão

Aos 49 anos de idade, o juiz Marcelo Bretas, versão carioca de Sérgio Moro na Lava Jato e cotado para o Supremo, na condição de “terrivelmente evangélico”, toma medicamentos para enfrentar sua depressão – criada pela fama. Na internet, é elogiado e crucificado, é reconhecido nas ruas e isso não lhe anima, deprime. Também o casamento andou abalado. Mas ele acha que está conseguindo sair dessa.

Frases

 “Bolsonaro acha que governar é arrumar briga. Tem sido um farsista infeliz e um presidente deplorável. Só destila ódio e preconceito.”

Jaques Wagner, senador (PT-BA)