A cidade do Rio de Janeiro entrou em estágio de crise, o mais grave na escala da prefeitura, às 12h35 desta sexta (17), após chuvas deixarem o trânsito caótico e uma estrutura do Túnel Acústico Rafael Mascarenhas cair sobre um ônibus na Gávea, na zona sul carioca. Segundo os bombeiros, não há informações sobre feridos.
O Rio tem sofrido com o clima neste ano. No início de abril, dez pessoas morreram após fortes chuvas causarem soterramentos, deslizamentos e enxurradas.
Nesta sexta, o município já estava em estágio de atenção pelas chuvas desde as 10h55, depois que um acidente deixou um homem morto e travou o tráfego no túnel Rebouças, que liga a zona sul ao centro e à zona norte da cidade. A vítima foi identificada como Carlos Jorge H. Júnior, 45. No início desta tarde, o túnel seguia com bloqueios parciais e uma faixa revertida, mas já estava liberado.
O motorista do ônibus que foi atingido pelo desabamento da cobertura, Thiago dos Santos, disse ao portal G1 que teve que se jogar embaixo do volante. “Estava engarrafado, eu vi desmoronando e aí eu pedi passagem, e ninguém queria parar. Eu joguei o ônibus na frente quando tudo desmoronou em cima do ônibus. Eu me joguei embaixo do volante”, afirmou.
O estágio de crise é o terceiro nível em uma escala de três. Ela significa que a cidade deve receber nas próximas horas chuvas de forte ou muito fortes, podendo causar alagamentos e deslizamentos, segundo o Centro de Operações Rio.
O trânsito na cidade chegou a ficar três vezes mais intenso que o normal: foram registrados 121 km de congestionamento por volta das 13h30, sendo que a média para o horário nas últimas três sextas-feiras foi de 61 km.
O órgão municipal pede aos motoristas que evitem trafegar entre a zona sul e a Barra da Tijuca, na zona oeste, mas diz que o metrô funciona normalmente. Outras opções para quem faz o trajeto são o Alto da Boa Vista, a estrada Grajaú-Jacarepaguá e a Linha Amarela.
Isso porque, desde esta quinta (16), a avenida Niemeyer, outra via principal de ligação entre as zonas sul e oeste do Rio, também está bloqueada integralmente depois que um deslizamento de terra tomou a pista pela segunda vez em um mês.

Fotos: @TTsBrasilNews e twitter.com