Os alunos do curso de moda da Universidade Tecnológica Federal do Paraná-UTFPR ganharam o primeiro lugar no Concurso dos Novos, certame promovido pelo Dragão Fashion Brasil Festival. Eles concorreram com o tema Marajó, desenvolvido com graça e fino acabamento, saudando o artesanato da ilha.

A coleção vencedora, composta por oito trajes, primou também pela harmonia, pela composição das cores, pela originalidade dos acessórios e também no quesito adornos e maquiagem. Nessa edição de 2019, foram mais de 150 trabalhos inscritos e apenas oito selecionados.

Alunos da Universidade da Amazônia-Unama  ficaram em segundo lugar e, em terceiro, a Universidade de Fortaleza-Unifor. O certame, que concede dez mil reais, ao projeto vencedor visa oferecer oportunidades e visibilidade aos novos talentos e estudantes de moda de todo o país. A premiação aconteceu no encerramento do DFB Festival, nesse sábado, em Fortaleza-CE quando também foram prestigiadas pessoas e instituições que fizeram parte da história do maior evento de moda autoral da América Latina, idealizado por Claudio Silveira.

Receberam o Troféu DFB Festival 20 anos Araguacy Filgueiras, representando a primeira turma da Universidade Federal do Ceará; Deóclys Bezerra, vencedor da primeira edição do Concurso dos Novos Talentos em 1999; Iorrana Aguiar, co-criadora do Dragão Pensando Moda; Josenias Júnior, co-criador do Dragão Fashion Brasil; Lúcio Albuquerque, empresário e diretor da Handara; Sandra Luck e Gilson Tenório, modelos das primeiras edições do DFB; Silvânia de Deus, estilista que abriu o Dragão Fashion em 1999; Verônica Perdigão, diretora da Santana Textiles, primeira indústria a investir no DFB. Além disso, ainda houve menção honrosa ao entusiasta da cultura Élcio Batista, secretário-chefe da Casa Civil, por sua atuação em programas e incentivo à inovação.

(Fotos de Roberta Braga e Chico Gomes #DFB 2019)