Seminário do programa Investe Turismo, em Foz do Iguaçu. Foto: Rodrigo Felix Leal/ANPr

O governador Carlos Massa Ratinho Junior afirmou nesta quarta-feira (12) que o Governo do Estado vai investir de forma planejada no turismo para transformar o setor em uma das principais matrizes econômicas do Paraná. Ele participou, em Foz do Iguaçu (Oeste), do seminário itinerante do programa Investe Turismo, do Governo Federal. O evento teve a participação do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

O programa do Ministério do Turismo coloca como rota turística estratégica para o Paraná o chamado Corredor do Iguaçu, que reúne os municípios de Morretes, Paranaguá, Curitiba e Foz do Iguaçu. Ela envolve regiões turísticas como o Litoral do Paraná, Cataratas do Iguaçu, Caminhos do Lago do Itaipu e a Rota do Pinhão.

O desenvolvimento deste setor, afirmou o governador, é a forma mais barata de ampliar a geração de empregos no Estado. “O Paraná nunca trabalhou o turismo de forma organizada e planejada, nunca usou seu potencial para fazer desse setor uma grande matriz econômica”, disse. “Com exceção, de Foz do Iguaçu. A cidade se organizou e é hoje o segundo destino turístico de estrangeiros no Brasil, disputando com o Rio de Janeiro.”

Com investimento em infraestrutura, comunicação, qualificação das regiões turísticas e um trabalho conjunto com a iniciativa privada, o Governo do Estado quer atrair mais visitantes ao Paraná e também fomentar o trânsito interno de turistas do próprio Estado.

São dois programas prioritários, o Destino Paraná, com campanhas voltadas aos estados vizinhos, e o Viaje Paraná, que divulga as atrações turísticas aos próprios paranaenses. “A ideia é ampliar não só o trânsito de turistas estrangeiros, como dos próprios paranaenses e de estados vizinhos. Foz será a porta de entrada, daqui os turistas podem ir para outras regiões do Estado”, explicou Ratinho Junior.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior afirmou nesta quarta-feira (12) que o Governo do Estado vai investir de forma planejada no turismo para transformar o setor em uma das principais matrizes econômicas do Paraná. Ele participou, em Foz do Iguaçu (Oeste), do seminário itinerante do programa Investe Turismo, do Governo Federal. O evento teve a participação do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

O programa do Ministério do Turismo coloca como rota turística estratégica para o Paraná o chamado Corredor do Iguaçu, que reúne os municípios de Morretes, Paranaguá, Curitiba e Foz do Iguaçu. Ela envolve regiões turísticas como o Litoral do Paraná, Cataratas do Iguaçu, Caminhos do Lago do Itaipu e a Rota do Pinhão.

O desenvolvimento deste setor, afirmou o governador, é a forma mais barata de ampliar a geração de empregos no Estado. “O Paraná nunca trabalhou o turismo de forma organizada e planejada, nunca usou seu potencial para fazer desse setor uma grande matriz econômica”, disse. “Com exceção, de Foz do Iguaçu. A cidade se organizou e é hoje o segundo destino turístico de estrangeiros no Brasil, disputando com o Rio de Janeiro.”

Com investimento em infraestrutura, comunicação, qualificação das regiões turísticas e um trabalho conjunto com a iniciativa privada, o Governo do Estado quer atrair mais visitantes ao Paraná e também fomentar o trânsito interno de turistas do próprio Estado.

São dois programas prioritários, o Destino Paraná, com campanhas voltadas aos estados vizinhos, e o Viaje Paraná, que divulga as atrações turísticas aos próprios paranaenses. “A ideia é ampliar não só o trânsito de turistas estrangeiros, como dos próprios paranaenses e de estados vizinhos. Foz será a porta de entrada, daqui os turistas podem ir para outras regiões do Estado”, explicou Ratinho Junior.