Foto: RODRIGO FELIX LEAL

Ao plantar uma muda de aroeira pimenteira de pouco mais de 1 metro nesta segunda-feira (23), no jardim do Colégio Estadual Maria Gai Grendel, no bairro Caximba, em Curitiba, o governador Carlos Massa Ratinho Junior deu início oficialmente o Programa Paraná Mais Verde, de arborização rural e urbana.

São 413 mil mudas de espécies nativas do Estado, já levadas a todas as escolas estaduais de todos os municípios. O programa pode chegar a 700 mil novas árvores com a participação, no plantio, de órgãos estaduais e municipais e da comunidade.

O Paraná Mais Verde, afirmou o governador, é uma demonstração da estratégia do Governo de aliar desenvolvimento ambiental, econômico e social. “O Paraná ganha uma nova e imensa floresta a partir de agora, com o plantio de mais de 400 mil mudas. Mostramos que sim, é possível aliar desenvolvimento econômico, social e ecológico”, ressaltou Ratinho Junior. “É possível preservar e crescer”, completou.

O plantio acontece durante todo o dia nas 2.146 escolas da rede pública estadual, nos 399 municípios paranaenses. Cada secretário de Estado e dirigente de autarquias adotaram como padrinhos do plantio em colégios. A iniciativa é alusiva ao Dia da Árvore, celebrado no sábado (21), e marca também o início da Primavera. Além das unidades escolares, são distribuídas mudas para que os alunos possam levar para casa, além da implantação de viveiros municipais e de hortas comunitárias.

CONSCIÊNCIA AMBIENTAL – O secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes, destacou o grande trabalho logístico que permitiu que as mudas chegassem a todas as cidades do Paraná. A distribuição envolveu Defesa Civil, o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Secretaria de Estado da Educação e Esporte, Sanepar, Copel, Corpo de Bombeiros e prefeituras.

“Graças a esse trabalho coletivo é que conseguimos tirar do papel a maior ação de conscientização do País. Uma conscientização para o futuro do Paraná e do Brasil”, afirmou Nunes.

Consciência ambiental que será explorada também dentro das salas de aula, ressaltou o secretário de Estado da Educação e do Esporte, Renato Feder. “A criança que pega uma muda, leva para casa, planta e mostra para a família, aumenta e muito a conscientização sobre o meio ambiente. Precisamos cada vez mais ensinar os jovens a preservar”, disse.

EMPOLGAÇÃO – A ação no Maria Gai Grendel empolgou os alunos. Victor Hugo Gonçalves Batista, de 13 anos, da 8ª série, fazia planos de aumentar o jardim que conserva com a família em casa, ajudando o entorno a respirar melhor. “Precisamos de um planeta melhor para todos. Sem contar que a jardinagem é uma grande terapia também”, afirmou.

Rhysa Carolina Plahinsce, de 14 anos, da 9ª série, já reservou um espaço em casa para plantar a nova muda ao lado da coleção de rosas que conserva com a mãe no quintal. “Tenho flor em casa para tudo quanto é lado. Sempre é bom plantar, seja uma árvore ou uma florzinha que seja”, disse.