Nenhum sistema educacional é eficaz sem um programa de formação continuada de seus professores. Assim, a formação de profissionais críticos e preparados para exercer suas funções passa por um corpo docente qualificado. Por outro lado, condições oferecidas dificultam esse desenvolvimento: atualmente, apenas 2,4% dos alunos de 15 anos têm interesse em construir carreira como docente.
Pensando nisso, a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) promove, entre os dias 16 a 19 de setembro, a 14ª edição do Congresso Nacional de Educação (EDUCERE). Voltado à professores da educação básica e superior, além de estudantes, o evento – realizado a cada dois anos – busca proporcionar reflexões abordando discussões sobre a prática e a pesquisa educacional.
“Vivemos um momento difícil para a educação brasileira. Com o corte de verbas, pesquisas e bolsas, o investimento – sobretudo para a formação de novos profissionais – ficou defasado. Se por um lado é esperado que os docentes estejam cada vez mais preparados, por outro não existe incentivo para isso. Desta forma, o congresso se torna ainda mais fundamental, para que possamos ter um espaço aberto e democrático para abordar essas e tantas outras questões que permeiam a educação”, explica a professora de pedagogia da PUCPR, Evelise Labatut Portilho.
Durante os três dias, os congressistas poderão participar de painéis, rodas de conversa, palestras e debates com diversos especialistas da área. Ao todo, serão 22 núcleos de discussão.

Abordando temas como história, psicologia e sociologia da educação, além da inclusão dentro de escolas e universidades. O EDUCERE conta ainda com a participação de profissionais internacionais como Alfredo Pena Vega, do Institut Interdisciplinaire d’Anthropologie du Contemporain, Centre Edgar Morin /EHESS-CNRS, de Paris, explanando sobre Educação, Sustentabilidade e Complexidade, Armando Lozano Rodríguez do ITSON (Instituto Tecnológico de Sonora), do México, discutindo sobre Aprendizagem humana, estilos de ensino e aprendizagem, Abdeljalil Akkari, da Universidade de Genebra, na Suíça, abordando as perspectivas da educação brasileira a partir das tendências internacionais, e Alexandra Okada, da Inglaterra, que comentará estudos sobre a escolarização aberta para educadores.

“Parte do nosso papel é disseminar o conhecimento, promovendo um amplo debate acerca da temática. Sabemos que ainda há um longo caminho pela frente para que possamos transformar e valorizar o profissional da educação no Brasil”, afirma Evelise.

O EDUCERE acontece em parceria com o 5º Seminário Internacional de Representações Sociais, Subjetividade e Educação (SIRSSE), e o 7º Seminário Internacional sobre Profissionalização Docente (SIPD/CÁTEDRA UNESCO). As inscrições podem ser feitas pelo https://educere.pucpr.br/. Para os três dias, são esperadas cerca de 4 mil pessoas.

Serviço:
XIV EDUCERE – Congresso Nacional da Educação
Data: de 16 a 19 de setembro
Local: PUCPR e Ópera de Arame
Inscrições: https://educere.pucpr.br/
Valor: a partir de R$75