Osmar Terra exonera 19 servidores de departamento de Roberto Alvim

410

MÔNICA BERGAMO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O ministro Osmar Terra, da Cidadania, exonerou 19 servidores do Centro de Artes Cênicas da Funarte, comandado pelo diretor Roberto Alvim. A informação foi publicada em portaria no Diário Oficial da União desta sexta-feira (4).
Alvim diz que não foi consultado sobre essa decisão. “Meu departamento inteiro foi exonerado, não sei se os nossos teatros sequer vão poder abrir hoje. Isso provoca a paralisação de todo o meu trabalho”, afirma.
“O momento é preocupante para esta fundação pública, pois não apenas sua autonomia vem sendo desconsiderada como princípios fundamentais da administração pública como a legalidade, a impessoalidade e a moralidade estão cada vez mais em xeque”, diz Jorge Lemos, presidente da Asserte (Associação de Servidores da Funarte). “O controle social é fundamental para que a Funarte permaneça como instituição pública e não de governo”, segue Lemos.
A Funarte, via assessoria de imprensa, afirma que “o Centro de Artes Cênicas da instituição pretende estudar cada caso e avaliar se solicitará anulação para alguns deles. Quanto aos cargos que ficarem vagos, pretende recrutar novos colaboradores técnicos, tanto na própria Funarte quanto fora da instituição”.
O ministério, via assessoria de imprensa, diz que não irá comentar.