O 92 Graus The Underground Pub de Curitiba promete boa noitada nesta sexta dia 28, pois estará em cena a Orquestra Sem Fim (O.S.F.). O show-concerto, que se realiza após apresentação bem-recebida na Biblioteca Pública do Paraná,  marca o lançamento do primeiro single e do primeiro clipe do grupo curitibano formado por músicos, compositores e poetas.

A Orquestra Sem Fim é formada pelos músicos Rodrigo Barros (vocal e violão elétrico), Luiz Ferreira (cordas e vocal), Sérgio Viralobos (vocal), Walmor Góes (guitarra), Marcelo Sandmann (teclados), Miguel Zattar (guitarra), Alberto Lins (baixo) e Ricardo Fadel (bateria). 

Originários de bandas históricas da música curitibana, como Contrabanda, Beijo AA Força, Opinião Pública e Maxixe Machine, Rodrigão, Ferreira, Viralobos, Walmor e Carlos Lins se uniram a três músicos do conceituado grupo ZiriGdanski (Zattar, Sandmann e Fadel) “para oferecer ao público curitibano um caldeirão sonoro digno de nossas melhores tradições”, explica Ferreira, produtor e diretor do clipe.

Há contornos de protesto no clipe Devoniana, a música escolhida para o trabalho em clima de um filme fictício que será lançado. O trailer é o clipe.  Foi filmado em fevereiro em Curitiba, no Santa Mônica Clube de Campo, em Quatro Barras, e na cachoeira do Buraco do Padre, em plena Escarpa Devoniana, região bela e importante reserva ecológica do Paraná, atualmente correndo o risco de ser reduzida drasticamente em prol do agronegócio.

Primeiro single do álbum de estreia da Orquestra Sem fim, a música Freudiana ganhou o nome de Devoniana na versão do clipe, com direito a edição exclusiva também.

Com codireção de Luciano Popadiuk, direção de fotografia de Eduardo Moura, o clipe tem a participação dos atores Lucas Müller e Raissa Barbedo. Conta ainda, completa Ferreira, “com uma mãozona dos amigos, como está escrito nas legendas do clipe, uma sugestão de Viralobos para dar um tom menos sério na despretensiosa produção”. Com custo zero, o trabalho contou com a mobilização de uma turma de amigos e familiares (a esposa e a filha de Ferreira participam, respectivamente, como figurante e dançarina), que encararam umas tardes de trabalho duro por amor à arte, à música e à natureza. 

No momento, outras músicas estão em gravação no estúdio Ponto Z, que formarão o primeiro álbum da orquestra, a ser lançado brevemente em todas as plataformas digitais através do selo iMusics. Dentre as próximas manifestações da O.S.F. está a apresentação de suas músicas tidas como agressivas e românticas no lançamento dos livros dos poetas e parceiros musicais Thadeu Wojciechowski e Sérgio Viralobos, ainda sem data e local definidos.

Confira: 28 de junho, nesta sexta – feira, no 92 Graus (Av. Manoel Ribas, 108, em frente ao antigo prédio da Telepar). Ingressos a vinte reais. Às 21h, abertura da casa com repertório Radiocaos, selecionado por Rodrigão. Às 22h, clipe Devoniana (duração: 6 minutos) e às 22h15 show da OSF. Às 23h30, rocks selecionados por Ferreira.