A Polícia Federal prendeu na sexta-feira 12 pessoas acusadas de envolvimento em um esquema de falsificação de escritura de imóveis rurais.

A Polícia Federal prendeu na sexta-feira 12 pessoas acusadas de envolvimento em um esquema de falsificação de escritura de imóveis rurais usados em diversos crimes contra órgãos ambientais e instituições financeiras.

As prisões fazem parte da Operação Terra Fria desencadeada simultaneamente nos estados de Mato Grosso, Goiás, Bahia, São Paulo, além do Distrito Federal.

Segundo a PF, as prisões foram realizadas na cidade de Vila Rica – nordeste de Mato Grossso – e em Goiânia. Ao todo, foram expedidos pela Justiça Federal 30 mandados de busca e apreensão e 16 de prisão preventiva.

De acordo com nota divulgada pela PF, as investigações começaram em 2006 e mostram que diversas propriedades rurais na região de Vila Rica (MT) estão tituladas de forma indevida.

“Uma vez que as coordenadas geográficas dessas áreas não coincidem com a localização física dos imóveis, havendo, portanto, problemas no georeferenciamento de tais áreas”, explica a nota.

A PF reforça que a documentação falsa era usada para viabilizar desmatamentos ilegais e também dada em garantia para a obtenção financiamentos bancários.