O primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, encontrou nesta segunda-feira, em Bagdá, com o provável candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama.

O primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, encontrou nesta segunda-feira, em Bagdá, com o provável candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama.
Maliki discutiu com Obama diversas questões, entre elas "o futuro da presença militar americana no Iraque", segundo informações da agência Aswat al-Iraq, citando uma fonte do Conselho dos Ministros iraquiano que pediu para ser mantida em anonimato.
A mesma fonte afirmou que o primeiro-ministro recebeu pessoalmente Obama na sua chegada à Bagdá e também conversou com ele sobre a possibilidade de reduzir o número de militares das forças internacionais no Iraque.
O tema é uma das maiores divergências entre Obama e seu rival republicano John McCain. O democrata aposta na retirada das tropas americanas do Iraque em 16 meses, já McCain defende que a saída dos soldados seria uma derrota para os EUA e causaria "caos e genocídio" no país.
No começo do mês, o primeiro-ministro sugeriu estabelecer um calendário para a retirada de tropas americanas do Iraque, apesar de não dar detalhes. Mas, com as especulações de que estaria apoiando a candidatura de Obama, o governo iraquiano negou que Maliki endosse o plano democrata de retirada das tropas.