Soraya Abdulack:  “assistência domiciliar através de equipes multidisciplinares, ainda é uma ideia bastante nova”

Soraya Abdulack é “personal trainer”, formada em educação física e  desenvolve pesquisas e atividades voltadas para educação inclusiva. Em entrevista exclusiva para o espaço “BUSINESS WOMAN”,  ela diz, entre outras coisas, que “ ainda vejo poucas pessoas buscando de fato um “personal”.  Já vi atendimento, em que o profissional nunca teve contato com o aluno, que não sabia nem mesmo como executar o exercício da maneira correta”.

Veja a entrevista.

BUSINESS WOMAN – VOCÊ  É FORMADA EM EDUCAÇÃO FÍSICA. QUE ATIVIDADE DESENVOLVE HOJE NESTA ÁREA?

SORAYA ABDULACK-Desenvolvo pesquisas e atividades voltadas para educação inclusiva pois me garante um tempo de trabalho para conciliar com a academia e com a faculdade de odontologia,  minha nova aquisição em 2017.

BW- FALE DE SUA PESQUISA DE SOBRE A MOBILIDADE SOCIAL ATRAVÉS DO FUTEBOL, EM CRIANÇAS.

SA- Minha pesquisa foi possível graças à competente equipe composta pelos profissionais das faculdades Dom Bosco como Luciano da Cruz e Guilherme Stival Gaspari, que foram meus orientadores. Não posso deixar de lembrar do psicólogo esportivo Marco Ferreira , também um grande professor, que fez despertar o olhar para esta pesquisa. Na época, final de 2011,  através da revisão bibliográfica de vários autores pudemos chegar a conclusão que apesar de ser um sonho de muitos ou quase boa parte dos meninos brasileiros, a mobilidade social só estava ao alcance de uma parcela de 3% da população brasileira – destes meninos – numa faixa etária de até 12 anos, conseguia alcançar altos salários e mudança de situação financeira e social, morando até mesmo em outros países, a “peso de ouro.”

BW – COMO FOI A FASE DE PROMOVER ASSISTÊNCIA DOMICILIAR NUMA EQUIPE COM MÉDICOS, DENTISTAS, PSICÓLOGOS E FISIOTERAPEUTAS?

SA-  Promover assistência domiciliar através de equipes multidisciplinares, ainda é uma ideia bastante nova. Vai crescer e vai ganhar muito o público por apresentar uma abordagem bastante humanizada. É sempre uma surpresa trabalhar em equipe. Com o passar do tempo, vamos ajustando o que é necessário, revezando as equipes, articulando contato entre o médico, família e os profissionais, para que todos aproveitem com muita satisfação esse momento de vida. Acolher em ambiente familiar e amistoso. Este é o propósito dos nossos idealizadores: Dr. Darwin Shiwaku e Dr. Eurico Campos. Aprendo muito com a Progero quanto a experiência vem enriquecendo e amadurecendo profissionais.

BW-   COMO VOCÊ VÊ HOJE A EDUCAÇÃO FÍSICA VOLTADA PARA PREVENÇÃO?

SA-  Ainda vejo poucas pessoas buscando de fato um personal. Já vi atendimento online e não critico desde que o profissional conheça o seu aluno. Provavelmente eles conhecem. Em contrapartida, já vi atendimento, que o profissional nunca teve contato com o aluno, que não sabia nem mesmo como executar o exercício da maneira correta. Também, com o advento das redes sociais, algumas pessoas executam tanto dietas quanto atividades físicas que alguém ditou e se esquecem do principal: “Princípio da Individualidade Biológica.”  Que trocando em miúdos diria: cada organismo responde de uma maneira. Assim como medicamentos são feitos em série, pessoas, não!  Segundo, procurar um médico é essencial. Comunique e mantenha seu médico e personal sempre em comunicação sobre sua condição de saúde como  higiene do sono, hábitos alimentares, uso de medicamentos, pressão arterial, uso de anticoncepcionais, colesterol, histórico de trombose e problemas cardíacos.

BW- O BRASILEIRO SABE SE CUIDAR?

SA- O brasileiro está procurando se cuidar. Está buscando melhores condições para amadurecer com melhor qualidade de vida. Ainda temos que trabalhar na educação multidisciplinar dos nossos adolescentes advertindo quanto aos riscos de uma gravidez de risco, das DST, do uso abusivo de álcool e drogas, dos medicamentos para emagrecimento ou também para hipertrofia. Vejo um crescente número de pessoas buscando corretamente nutricionistas e endocrinologistas para acompanhamento da alimentação e do sistema metabólico. Quanto aos eventos, um crescente número de Corridas de Rua, corridas noturnas e eventos de triatlo que incentivam cada vez mais as pessoas a trabalharem em prol da saúde. Uma grande vitória já temos, pois boa parte dos brasileiros já deixaram hábitos tabagistas de lado. Mas temos um grande caminho a percorrer.

Conselho da Mulher lança “Outubro Rosa”

Maria Cristina  Coutinho: “conscientização da população feminina para os riscos da doença”

Associação Comercial do Paraná (ACP), por meio do Conselho da Mulher Empresária (CME),  coordenado pela vice-presidente Maria Cristina Fernandes Coutinho, lançará oficialmente a campanha Outubro Rosa 2017   dia 02/10 às 10h00 min  em frente da Associação Comercial do Paraná. A partir das 14h00min  muitas atrações com shows, danças, palestras, encerando com a apresentação dos Robôs Led e Desfile de modas de mulheres que venceram o Câncer.
Segundo  Maria Cristina Fernandes Coutinho , “a campanha visa divulgar a luta contra o câncer de mama mediante a conscientização da população feminina para os riscos da doença e a importância da mamografia e do diagnóstico precoce. Iniciada nos Estados Unidos, atualmente é um evento internacional de grande repercussão. No Brasil, ao longo do mês de outubro vários prédios empresariais e históricos providenciam a iluminação de suas fachadas com a cor rosa. O Outubro Rosa surgiu na década de 1990 nos Estados Unidos e nos últimos dez anos ganhou a adesão de vários países. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.

Escola Veta comemora um ano

Karima Jaber e Eloisa Ribeiro

A Escola Veta de Pós-Graduação, que tem à frente Eloisa Ribeiro e Karima Jaber está comemorando um ano de atividades.  Segundo Eloisa, “ a missão é oferecer  uma educação inovadora  e de excelência”. Já Karima diz que  “considerando que a aquisição do conhecimento permite  a transformação  dos seres humano e que ao aprender  estes  se modificam propomos, pela Veta,  um processo de construção de conhecimento com excelência”.

Conversas Entre Mulheres

Gabriela, Andreia, Renata, Martine e Izabellapg

O Grupo Conversas entre Mulheres é fruto do “plano B” de cinco profissionais, mulheres que em certo momento de suas vidas decidiram adquirir novos conhecimentos e mudar de rumo. Por isso mesmo, elas podem falar sobre as dores e delícias de empreender. No dia 7 de outubro, às 14h30, na Vila Getúlio, a coach e PNLeuta Martine Jadoul e consultora de Marketing Digital Gabriela Paiva – duas das integrantes do Conversas  ,  se unem para passar suas experiências sobre o tema empreendedorismo.

Interesse pelo Business Connect

A presidente da BPW Curitiba, Alison Mazza Lubascher, e a coordenadora de Comunicação do Grupo Positivo, Jerussa Ramos(foto de Marianne Mousfi)

A presidente da BPW Curitiba, Alison Mazza Lubascher, e o presidente da ADVB-PR, Eduardo Jaime Martins, receberam a coordenadora de Comunicação do Grupo Positivo, Jerussa Ramos, no 6.º Business Connect, realizado na terça-feira, 26 de setembro, no Hard Rock Café. Mais de 60 pessoas, entre empresários, executivos e profissionais liberais participaram do evento e otimizaram a rede de contatos para a geração de novos negócios.

My Comfort abre nova loja

A arquiteta Aldeline Cordeiro, que assina o projeto da My Comfort no Pátio Batel, com Sindhya Cembrani Damoulis, sócia da marca, e a blogueira Rafaelle Ruhle. Crédito foto: Bruna Mariano

A marca My Comfort promoveu evento  para celebrar a abertura de sua sétima loja. Localizada no piso L2 do shopping Pátio Batel, a nova loja reúne variadomix de calçados bolsas e acessórios para diferentes ocasiões do dia e da noite, seja para curtir férias, uma esta, fazer uma aventura ou um momento de lazer. A My Comfort faz parte de um grupo que atua há mais de 20 anos no setor calçadista que preza por conforto em dia com as tendências de moda.