O número de alvarás residenciais liberados para construção em Curitiba chegou a 6.150 unidades no 1º semestre desse ano, maior volume para o período desde 2015, segundo dados da Prefeitura Municipal de Curitiba. À época, haviam sido liberados 5.822 unidades residenciais na capital paranaense. A quantidade de alvarás liberados, de janeiro a junho desse ano, foi 37,6% maior do que o mesmo período do ano passado, quando foi autorizada a construção de 4.468 unidades na cidade.
No 1º semestre de 2019, as unidades residenciais corresponderam a 47% do total de alvarás para construção liberados em Curitiba. Para o diretor de Incorporação e Novos Negócios da Gadens Incorporadora, Gustavo Giraldeli, os dados evidenciam a importância das construtoras e incorporadoras locais no processo de retomada do mercado imobiliário em Curitiba, já que elas correspondem a 57% das solicitações de alvará residenciais para construção na cidade, participação 17% maior do que a apurada no 1º semestre do ano passado.
“Depois de um dos períodos mais críticos para o setor, a incorporação imobiliária em Curitiba deve chegar a uma participação parecida com a que tinha em 2011, quando correspondia a 68% dos lançamentos de imóveis residenciais na cidade. A diferença em relação à fase do boom imobiliário é o volume de unidades, maior à época em função de existir uma demanda reprimida de compradores. A busca pelo imóvel continua aquecida, mas em patamares mais modestos e sustentáveis”, avalia Giraldeli.

Segundo o diretor da Gadens Incorporadora, os lançamentos devem acontecer em maior quantidade agora no 2º semestre do ano e se intensificar a partir de 2020. “A recuperação da confiança do comprador foi uma das principais características apontadas nesse 1º semestre. Ele está em busca do imóvel que deseja, comparando as opções disponíveis no mercado, para sair do aluguel ou da casa dos pais e até mesmo para fazer um upgrade, ou seja, ir para um imóvel maior ou mais bem localizado. Esse consumidor está mais preparado e exigente”, observa Giraldeli.

As novas condições de financiamento imobiliário anunciadas pela Caixa Econômica Federal, que corrigem os empréstimos com novos indexadores, como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), também contribuem para movimentar o setor, especialmente para a compra de imóveis novos, segundo o diretor da Gadens Incorporadora.

“Essas regras dão uma nova opção para o cliente na aquisição de imóveis, possibilitando o pagamento de menos juros reais e também pressionando outras instituições financeiras a baixarem suas taxas de juros. Este movimento deverá gerar uma maior competitividade entre os bancos, o que desdobrará em melhores condições para quem quer comprar seu imóvel com financiamento imobiliário, o que por sua vez deverá aumentar as tomadas de financiamento pelos mutuários”, avalia Giradeli.

A Gadens Incorporadora aposta alto nessa retomada do setor imobiliário: a empresa está com quatro empreendimentos em desenvolvimento, nos bairros Centro, Juvevê e Ecoville, com um Volume Geral de Vendas (VGV) de R$ 270 milhões.

“Todos esses empreendimentos serão de alto padrão, em acabamentos, conforto e bem-estar. Queremos oferecer um padrão elevado de qualidade de vida aos nossos clientes, garatindo segurança e praticidade, além da valorização do patrimônio ao longo do tempo”, ressalta Giraldeli.

A Gadens Incorporadora está sediada em Curitiba (PR) e atua na incorporação de empreendimentos residenciais de alto padrão. A empresa faz parte do Grupo Gadens, que possui mais de 50 anos de experiência em construção civil, com atuação no mercado imobiliário, shopping center, indústria de alimentos, silvicultura e agropecuária, assim como no comércio internacional.