As ações envolveram 550 policiais. Foto: Soldado Amanda Morais

A Polícia Militar realizou duas novas edições da operação Tático Móvel na semana passada em Curitiba. O trabalho preventivo de segurança teve mais de 1,8 mil pessoas e 665 veículos abordados, com 16 prisões e 187 autos de infração lavrados. As ações envolveram 550 policiais nas semana passada (entre quinta-feira e sexta-feira).

Coordenadas pelo 1º Comando Regional de Polícia Militar (1º CRPM), as ações foram realizadas nas regiões Central e Sul da capital. A operação contou com efetivos de Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAMs), Rondas Ostensivas com Aplicação de Motocicletas (ROCAMs) do 12°, 13°, 20° e 23° Batalhões da PM.

Também foram empregados policiais militares do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), do Regimento de Polícia Montada (RPMon) e do Batalhão de Operações Especiais (BOPE). Um helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) prestou suporte às ações policiais sobrevoando as áreas alvo da operação.

As ações resultaram, além de prisões, em 10 Termos Circunstanciados lavrados e em cinco mandados de prisão cumpridos. Duas armas de fogo foram apreendidas. As atividades contra o tráfico e uso de drogas também foram intensificadas e resultaram em 6,8 quilos de maconha e 875 pontos de LSD apreendidos em abordagens e fiscalizações.

Dentre as ocorrências está a recuperação de uma ambulância furtada de uma unidade de saúde no bairro Fazendinha, na sexta-feira (16/08). O suspeito fugiu sentido a região Norte da cidade, mas a tripulação do helicóptero conseguiu rastrear o veículo, que já estava no bairro Barreirinha. Uma viatura do 20º Batalhão recebeu a localização e fez a abordagem na Avenida Anita Garibaldi. O envolvido acabou preso e encaminhado à delegacia de Polícia Civil.

A operação Tático Móvel foi desencadeada a partir da análise do registro de Boletins de Ocorrências sobre os crimes de roubo, furto, furto e roubo de veículo, tráfico de drogas além dos casos de apreensão de arma de fogo, com a concentração de policiamento nas áreas com mais necessidade.