Num julgamento que começou na manhã de quinta-feira, 14 de junho, e terminou apenas na noite de sexta-feira (15), o Tribunal do Júri de Francisco Beltrão, no Sudoeste paranaense, condenou um homem de 61 anos acusado de matar sua esposa e esconder o cadáver. A pena atribuída ao réu, por homicídio triplamente qualificado (feminicídio, motivo torpe e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima) e ocultação de cadáver, foi de 30 anos e 8 meses de prisão.

O crime aconteceu em 29 de junho de 2016, quando a mulher desapareceu. Investigações da Polícia Civil incriminaram o homem, que foi preso em 28 de novembro daquele ano, permanecendo desde então na Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão. O corpo da vítima não foi encontrado.

 

 

Fonte: www.comunicacao.mppr.mp.br