A 25ª edição da semana de moda Minas Trend Preview, de 22 a 25 deste mês em Belo Horizonte, leva à passarela um de seus estilistas de maior visibilidade, Victor Dzenk, que encerra os desfiles na última noite. Antenado ao tema do evento, Tecendo Futuros, o estilista batiza as criações de outono-inverno 2020 por Retrofuturismo, inspirado em mitos, constelação e nos filmes intergalácticos.

O evento, realizado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais, reúne o maior salão de negócios de moda da América Latina (200 expositores) e terá a indústria têxtil como sua principal estrela. E, na passarela estarão Lethicia Bronstein,  Anne Est Folle, coletivo de representantes da indústria têxtil com produção do Senai Modatec, Denise Valadares, Sindijoias-MG, Sindivest/Alagoas  e Victor Dzenk.

Durante cinco dias, o público terá acesso gratuito a palestras e oficinas promovidas pelo Sebrae, à Feira Gastrô Minas Fashion e aos espetáculos de música e dança, com as companhias Cisne Negro (SP) e Primeiro Ato (MG).  A Orquestra de Câmara do Sesi sobe ao palco no dia 24, às 20h30, com Flávio Venturini (ingressos a  20 e 10 reais).

Maior novidade desta edição é a extensão das atividades para o interior do Estado. Entre 14/10 a 9/11, as cidades de Tiradentes, Ouro Preto, Itaúna e Uberaba serão contempladas com oficinas, palestras e desfiles.

“Ao reunir a cadeia produtiva da moda, o Minas Trend fomenta negócios e contribui de forma efetiva para o fortalecimento de todo o setor. Com o evento, conectamos de maneira muito especial o setor produtivo à sociedade”, afirma Flávio Roscoe, presidente da Fiemg.

O designer mineiro Rogério Lima, que assina a direção criativa do Minas Trend, lembra que a iniciativa “tem se consolidado, cada vez mais, como um espaço para o lançamento de tendências, que extrapola o mundo da moda. Todo o conceito do evento foi pensado para que os visitantes entrem em conexão, de fato, com esse universo e aproveitem todas as possibilidades”.

Mas, de volta ao futuro de Victor Dzenk, sua coleção traz formas e texturas que remetem às personagens poderosas dos filmes Blade Runner, O Quinto Elemento e Matrix  e aos efeitos especiais. É uma Odisséia tecida em malha cirê e tecidos com aspecto peletizado, nas cores vermelha, esmeralda, preta, rosê e terrosos.

A destacar ainda a estamparia de efeito marmorizado concebida pelo artista Célio Olímpio, inspirada na constelação Orion. “A arte, diz ele, tem que subir, alcançar novos níveis, chegar às estrelas e espalhar sua luz e seu brilho para todas as formas de expressão”.