Ausência de Will Smith e Tommy Lee Jones causa um certo desconforto entre os fãs de MIB diante  de Homens de Preto – Internacional , que tem sua estreia nesta quinta-feira 13 em telas brasileiras. Estão lá os veteranos  Emma Thompson e Liam Neeson, o  queridinho Chris Hemsworth e Tessa Thompson, que acaba de chegar e já ganha, com justiça, lugar na janelinha.

Como se sabe, a franquia surgiu nos anos 90: agentes secretíssimos combatem extravagantes e perigosos ETs, mantendo o universo em equilíbrio. Os heróis então eram o par de agentes vividos por Will Smith e Tommy Lee Jones exalando carisma por todos os poros.

Agora, sob direção de F. Gary Gray, a nova dupla é a agente M (Tessa Thompson), que na infância teve contato de terceiro grau com um etezinho, e o agente H (Thor, que dizer Chris Hemsworth). E, para essa missão impossível, salvar o planeta, os dois trabalham em Paris, Londres e Marrocos, contexto internacional, portanto.

Para obter empatia com o público, F. Gary Gray comete referências, como fotos do primeiro MIB, presença do martelo de Thor, protagonismo feminino, cena com Sérgio Mallandro, etc e tal. Mas o humor é comedido demais e o argumento muito juvenil, a ponto pequeno alienígena Pawny roubar a cena. E, como aventura, ah, anos 90 foram melhores.

Tirando a rabugice de fãs de carteirinha, Homens de Preto – Internacional é um bom programa para quem está chegando agora.