Rede de farmácias de manipulação veterinária amplia em 16% o faturamento no 1º semestre e prevê a abertura de três unidades até o final do ano

A DrogaVET, empresa pioneira e líder no segmento de farmácias de manipulação veterinária no Brasil, acaba de fechar o semestre com o saldo positivo. Segundo os dados da empresa, o volume de vendas foi responsável por elevar o faturamento em 16%, em relação ao mesmo período de 2016.

“Os resultados são oriundos de um amplo investimento em marketing e comunicação. Além de um planejamento de expansão agressivo e muito bem direcionado para cada praça pretendida, aponta Sandra que tem planos de abrir, pelo menos, três unidades esse ano e chegar ao final de 2018 com 50 lojas em operação.

Buscando atender consumidores em diferentes localidades do Brasil, a empresa fez um estudo de mercado que mapeou a capacidade de consumo de cada região. Através desses dados, identificou as cidades-alvo, ampliando o leque de atuação no plano de expansão da empresa. “A estratégia é estar, prioritariamente, nas principais capitas do Brasil e em localidades com mais de 200 mil habitantes ou com demandas específicas por atendimento veterinário”, pontua a coordenadora de expansão da rede, Viviane Delponte.

A meta da DrogaVET é inaugurar ainda até novembro a unidade de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo. A unidade será da mesma franqueada que já atua nas cidades de São Paulo e São Caetano. “Decidimos investir em Guarulhos porque é uma cidade com alto potencial de consumo do mercado pet, além disso nos possibilitará ampliar nosso alcance na Grande São Paulo”, revela Kalima Trento, franqueada da DrogaVET.

Também com o intuito de ganhar capilaridade, a rede prevê a abertura de uma unidade na cidade de Sorocaba (SP), para o mesmo período, aproveitando o know how da já franqueada de Indaiatuba, Christina Fernandes. Na sequência, em novembro, está prevista a chegada à Natal (RN), estando o atual franqueado de João Pessoa (PB) e Niterói (RJ), Daniel Alencar à frente da nova operação. “A escolha da cidade se deu não só pelo estudo de mercado apontar a demanda reprimida por serviços voltados ao mercado pet, mas também pela proximidade com João Pessoa, facilitando a logística, o controle de estoque, a negociação com fornecedores, na qual uma unidade dará suporte a outra”, revela o franqueado.

Para que a expansão da marca ocorra dentro do plano traçado, a DrogaVET investiu cerca de R$ 1 milhão em pesquisa de mercado, sistemas e marketing só em 2017. “Com esse investimento, nossa expectativa é manter o ritmo de crescimento, fechando o ano com o faturamento maior em 15% em relação a 2016”, finaliza Sandra.