FOLHAPRESS – O surfista brasileiro Gabriel Medina, 25, venceu pelo segundo ano seguido a etapa Freshwater Pro da Liga Mundial de Surfe (WSL), disputada em uma piscina de ondas em Lemoore, na Califórnia.
No sábado (21), ele obteve a melhor soma de notas (18.86 de 20 possíveis) nas ondas surfadas para a direita e para a esquerda e defendeu seu título na única etapa disputada nesses moldes no circuito. Ela fez sua estreia no calendário no ano passado.
Em outra repetição de 2018, a segunda colocação no Surf Ranch ficou com outro brasileiro, Filipe Toledo, que competiu até o fim mesmo se queixando de dores.
Com esse resultado, Medina passou da quarta posição para a primeira na classificação da temporada 2019. Filipinho, até então líder, caiu para a segunda colocação.
Embalado após dois títulos e um vice nas três últimas etapas, o bicampeão da WSL tornou-se grande candidato ao tri, já que costuma ter bom desempenho na reta final.
A próxima parada do Mundial será em Landes, na França, de 3 a 13 de outubro, seguida de Peniche, em Portugal (16 a 28 de outubro). Pipeline, no Havaí, recebe a derradeira etapa da temporada, de 8 a 20 de dezembro.