Os 50 anos de trajetória da Coasul, com sede em São João, no Sudoeste do Estado, estão registrados num livro de 207 páginas, que relata cronologicamente a história da cooperativa, com ênfase nos principais acontecimentos e conquistas. “Valoriza, também, os participantes da história, os cooperados fundadores, integrantes das diretorias e conselheiros fiscais”, afirma o autor da publicação, jornalista Eloy Setti.

Foram realizados vários eventos de lançamento da obra, a partir do dia 13 de junho, inclusive regionalmente, nos municípios de Francisco Beltrão, Chopinzinho, Dois Vizinhos, São Jorge D’Oeste e Laranjeiras do Sul, culminando com a maior de todas as solenidades, ocorrida em São João, no dia 21 de junho, data da celebração das cinco décadas da Coasul, com a presença de mais de 400 pessoas.

“A Coasul celebra, hoje, dia 21 de junho, 50 anos de fundação. Tendo suas raízes na cidade de São João, contribuiu para o crescimento social e econômico do município sede, dos municípios circunvizinhos e dos municípios onde atua com o seu trabalho de atendimento aos cooperados e comunidade. Ao completar 50 anos de existência, a cooperativa dá um belo exemplo de que é possível realizar sonhos quando se tem um objetivo bem definido. O comando diretivo responsável, o apoio de uma equipe de colaboradores comprometidos e, principalmente, dos cooperados, que acreditaram que através do cooperativismo é possível viabilizar a atividade de milhares de pequenos agricultores, são realidades que colocam a Coasul como uma cooperativa destaque no nosso estado”, afirmou na oportunidade o presidente da cooperativa, Paulinho Fachin.

Durante as comemorações relativas aos 50 anos de constituição, a cooperativa decidiu colocar o livro à venda por R$ 30,00, destinando o valor arrecadado à campanha realizada no Sudoeste para viabilizar R$ 500.000,00 para a construção da casamata da unidade oncológica do hospital do câncer de Pato Branco. A iniciativa conta com a adesão das cooperativas agropecuárias e de crédito. O hospital recebeu a doação de um acelerador linear no valor de R$ 1.300.000,00, da Itaipu Binacional, que vai beneficiar toda a população da região.