Liberado para nadar

434

Absolvido em processo de dopagem, Gabriel Santos está liberado para tentar vaga olímpica

Corte Arbitral alega que Gabriel não teve culpa ou negligência no uso da substância Clostebol, apontada em um exame de maio de 2019. Atleta da seleção brasileira, medalha de prata no Mundial de Budapeste em 2017 e ouro no Pan-Pacífico de 2018 no revezamento 4 x 100m livre, o nadador não pôde participar do Mundial de Gwangju, na Coreia do Sul, e dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, por conta da suspensão.

Foto: Satiro Sodre/SSPress

Agora, Gabriel está liberado para participar da Seletiva Olímpica de Natação, que será realizada entre os dias 20 e 25 de abril, no Parque Aquático Maria Lenk.

Fonte: Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA)