O interior do restaurante remete a uma autêntica cantina italiana

Baiano de Bom Jesus da Lapa, ele começou como ajudante de cozinha do restaurante Gigetto, em São Paulo. Foi aprendendo e crescendo, passou a copeiro, garçom, barman e cozinheiro, até chegar a gerente e a dono de restaurante: um em São Paulo, outro em Curitiba. Esta é, em resumo, a trajetória profissional de João Lellis, empresário que comemorou, dia 7 de julho, os 20 anos de seu Lellis Tratoria em Curitiba (r. Gonçalves Dias, 51, Batel) e os 38 do de São Paulo (R. Bella Cintra, 1849, nos Jardins). Dois endereços simpáticos e de qualidade.

João Lellis: de ajudante de cozinha a empresário de sucesso

Em julho 1981, João Lellis abriu sua primeira casa, na alameda Campinas, que vendeu seis anos depois: o novo proprietário manteve o nome, mas sem preservar as características do lugar, e Lellis faz questão de frisar que não há mais qualquer vínculo com ele. Abriu, então, o endereço da rua Bella Cintra, 1.849, nos Jardins, em São Paulo, que é a matriz do grupo e que dita o padrão da filial curitibana.
O segredo do sucesso é contado pelo próprio Lellis: “Montei um cardápio repleto de pratos carros-chefe e estou sempre de olho nas escolhas dos clientes para valorizar o que tem mais saída. Também não abro mão de trabalhar com ingredientes selecionados e servir porções fartas. O atendimento precisa ser impecável e a presença do dono é quase sempre indispensável”.
Os 20 anos comemorados em 2019 fazem do Lellis Trattoria um clássico do roteiro gastronômico de Curitiba, mas não só por isso e sim pelo bom atendimento e por um variado cardápio que caiu no gosto do curitibano, no almoço e no jantar.
De segunda a sexta-feira, o Lellis oferece um dos melhores almoços executivos da cidade, com couvert, cinco tipos de salada, 25 de pratos quentes, entre massas, risotos, carne, peixe e frango e cinco tipos de sobremesa. Custa R$ 56,90 por pessoa. Quem preferir, pode escolher uma das dezenas de opções do cardápio normal, individual ou para duas pessoas. O estacionamento, com manobrista, é gratuito.