O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu caminho para “melar” a Lava Jato, ao atingir maioria de votos para anular outra sentença de corrupto já condenado. O STF levou em conta “interpretação criativa” da defesa de Adelmir Bendini, ex-presidente da Petrobras e do Bando do Brasil, que diz ter sido prejudicada por não fazer alegações finais após a acusação. O STF ignorou o detalhe de que isso não está na lei.

A decisão do STF mal disfarça a intenção de criar condições objetivas para anular a sentença que resultou na prisão do ex-presidente Lula. O intuito ficou mais claro depois que o presidiário desistiu de pleitear a progressão do regime fechado para o semiaberto. Quer liberdade total.

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta sexta-feira, 27, não acreditar que o julgamento iniciado nesta semana pela Corte e que pode levar à anulação de sentenças da Lava Jato terá um ‘efeito dominó’. Em princípio, disse Gilmar, só serão beneficiados os réus que apontaram desde o início do processo terem sido alvos da ‘nulidade’ que está em discussão no STF. “Portanto, algo bastante limitado. Mas isso saberemos na próxima semana”, emendou.

O Supremo começou a julgar nesta quarta-feira, 25, o entendimento de que réus delatados têm o direito de falar por último nos casos em que delatores – aqueles que fecharam acordos de colaboração premiada – também são acusados no processo. Apesar de já haver maioria favorável a essa tese, que coloca em risco sentenças criminais, a Corte deve decidir na próxima semana quais são os limites da decisão.

Petraglia

Por precaução, Mario Celso Petraglia foi transferido para São Paulo, na manhã desta sexta-feira (27). O presidente do conselho deliberativo do Athletico deixou o Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba, e continua o tratamento no Hospital Vila Nova Star. Agora, Petraglia está sob os cuidados do Dr Antônio Luiz Macedo e equipe – o mesmo time que tratou Jair Bolsonaro.

Janot confessa

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot disse na quinta-feira, 26, ao Estado que, no momento mais tenso de sua passagem pelo cargo, chegou a ir armado para uma sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) com a intenção de matar a tiros o ministro Gilmar Mendes. “Não ia ser ameaça não. Ia ser assassinato mesmo. Ia matar ele (Gilmar) e depois me suicidar”, afirmou Janot.

Adur homenageado

Registro de ontem, na Câmara Municipal de São José dos Pinhais, onde Renato Adur recebeu o prêmio de Cidadão Honorário. Os políticos da cidade não precisam se preocupar. Adur não é candidato a prefeito. É eleitor em Curitiba.

Novos diretores

O Senado do Paraguai confirmou nesta quinta-feira (26) os novos diretores paraguaios da Itaipu Binacional: Ernst Bergen (Diretoria Geral), Fabián Dominguez (Financeira) e Luis Valdez (Técnica). A confirmação é um procedimento de praxe e havia sido solicitada pelo Poder Executivo do país vizinho, por meio de mensagem enviada em 31 de julho. Após conhecer o resultado da votação, Bergen agradeceu o apoio e o voto de confiança dado à sua gestão pelo Senado e por suas comissões consultivas. “Valorizo o apoio e respaldo dos representantes do povo”, afirmou.

Ministros normais

Jair Bolsonaro foi eleito para enfrentar dois superproblemas do Brasil: dívida e crime. Para fazer a economia crescer (o melhor jeito de enfrentar a dívida trazida pela tragédia fiscal) e para inverter as trágicas taxas de criminalidade (com lei, ordem e combate à corrupção), o capitão escolheu dois superministros, Paulo Guedes na Economia e Sérgio Moro na Justiça.

Temer vai à Inglaterra

O desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), concedeu liminar para o ex-presidente Michel Temer pode viajar à Inglaterra para fazer palestra na Oxford Union entre os dias 13 e 18 de outubro deste ano. O desembargador Ivan Athié, ao liberar Temer para a viagem, escreveu que, em uma análise inicial, verificou os pressupostos legais para deferir a liminar. “Vislumbra-se de plano o constrangimento ilegal, eis que o juízo impetrado fundamentou o indeferimento do pedido da defesa do paciente, de autorização de viagem ao exterior, em sua opinião pessoal sobre a necessidade da prisão cautelar, afastada pelo Superior Tribunal de Justiça”, escreveu.

Das melhores do País

O professor Sérgio Soares Braga, doutor em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas e membro do corpo docente do programa de pós-graduação em Ciências Políticas da Universidade Federal do Paraná, destacou nesta quinta-feira (26), durante a realização da Semana Acadêmica da Escola do Legislativo, que a Assembleia Legislativa do Estado do Paraná é hoje uma das melhores do Brasil e “faz parte de um grupo de excelência de órgãos parlamentares que procuram melhorar a qualidade de suas atividades constantemente, com uma gestão transparente e próxima da sociedade”.

Atestado

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), disse que as declarações do professor “representam um atestado de que a luta, iniciada em 2015, pela abertura das portas da Assembleia para a população e a busca radical pela transparência está sendo bem-sucedida”. Traiano lembrou que a Assembleia do Paraná foi a primeira a transmitir suas sessões pelo Facebook, pelo Instagram, além da TV Assembleia. “Iniciativas tomadas pela nossa equipe tem sido consagrada por prêmios nacionais, nos colocam na vanguarda dos legislativos brasileiro”, recordou Traiano.

Trabalho infantil

Dados do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil: em 2016, cerca de 2,7 milhões de meninos e meninas exerciam algum tipo de ocupação, o que representa 6% das 40,1 milhões de pessoas nessa faixa etária. Desse universo, 2,3 milhões estariam trabalhando sem proteção especial a que têm direito, seja porque estão abaixo da idade mínima indicada para a entrada no mercado de trabalho, seja porque atuam em ambientes perigosos ou insalubres, sem carteira assinada no mercado de trabalho informal. Apenas 406 mil adolescentes estariam ocupados de foram legal.

Divisão por idade

Ainda trabalho infantil: a maior parte da mão de obra de pessoas entre cinco e 17 anos segue explorada de forma indiscriminada na cidade e no campo; nas ruas, nas indústrias, nos comércios e em casa. A situação do trabalho precoce pode ser melhor dimensionada a partir de divisão por faixa etária. Há 79 mil crianças entre cinco e nove anos trabalhando. O número sobe para 33 mil na faixa que compreende os dez e 13 anos. E 1,9 milhão entre 14 e 17 anos.

 

Muita suspeita

Paulo Coelho, em entrevista à BBC Brasil, reclama de Bolsonaro: “O compromisso histórico é não ficar calado. Eu tenho que falar. Vou perder leitores? Vou. Tenho perdido? Devo estar perdendo. Não sei. Eu não fico contabilizando isso. No Brasil. Mas, fora do Brasil eu não acredito. Acho que todo mundo está olhando o Brasil nesse momento com muita suspeita”.

 

Quer governar

O senador Ciro Nogueira, presidente do PP, já vem trabalhando com um único objetivo: quer ser governador do Piauí em 2022. Ciro já sofreu investidas da Polícia Federal: um mandado de busca e apreensão na sede do partido e em sua casa. Para quem tem memória curta: ele foi guru de Severino Cavalcanti, deputado do baixo clero que presidiu a Câmara até cair fora por receber propinas do dono do restaurante da Casa.

 

Non sense

O que Olavo de Carvalho posta, hoje em dia, beira o non sense. Esta semana, ele garante: “O Supremo Tribunal Federal é um órgão do PT, o que é o mesmo que dizer: do Foro de São Paulo. Sou inteiramente a favor da Lava Toga”. Olavo e a família Bolsonaro tem verdadeira fixação pelo Foro de São Paulo que, hoje em dia, perdeu muito fôlego em toda América Latina.

 

Spoiler

Para quem segue a novela A dona do pedaço: Josiane (Agatha Moreira) contrata um hacker (agora ainda não definido) para acabar com Regis (Reynaldo Gianecchini) e levá-lo à prisão. Como não tem dinheiro para pagar, mantém relações intimas com ele na quitinete onde mora e chama de “muquifo”, antiga expressão. Mais: Elisangela vai entrar no elenco: será Carmelinda, uma vizinha.

 

I love you

Os sites de humor se divertem com a história de que Bolsonaro, quando encontrou Donald Trump, nos bastidores da Assembleia Geral da ONU, não aguentou e disse: “I love you”. Seu filho Eduardo, que quer ser embaixador em Washington, defende o pai e garante (ele fala muito mal o inglês) que a expressão pode ser usada em tom de admiração – e não de amor propriamente dito. Só que o que preocupa, realmente, seu pai é que Trump não correspondeu com um sonhado “Me too” ou coisa parecida.

 

Procurando

Dony De Nuccio, ex-âncora do Jornal Hoje, que pediu demissão da Globo por manter contrato de propaganda com grande empresa (sem conhecimento da emissora), está procurando emprego: já teve uma reunião com o pessoal do SBT e está tentando marcar um encontro com diretores da Record. Dony estava na lista de ser, no futuro, substituto de William Bonner no Jornal Nacional. A CNN, por enquanto, não quer contratar o ex-global.

 

Outro

A direção de jornalismo da Globo também começou a procurar um substituto para Chico Pinheiro, que apresenta o Bom Dia, Brasil, ao lado de Ana Paula Araújo. Chico está com 66 anos, está perdendo cabelo (malgrado o grande resultado de implante feito há anos) e a emissora quer uma figura mais jovem. Ele substituiu Renato Machado, que ocupou a bancada do jornal matinal por quinze anos (hoje, é repórter especial a caminho da aposentadoria).

 

Templário

Filipe G. Martins, assessor especial da Presidência (ele colaborou no discurso de Bolsonaro na ONU e é amigo de Carlos Bolsonaro, que o colocou lá) e que é mais consultado, em matéria de relações internacionais do que o chanceler Ernesto Araújo, é também cavaleiro templário. É integrante de grupo remanescente da Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão (cavalaria militar católica que acabou há séculos).

 

Sarney em inglês

Aproveitando o discurso de Bolsonaro na abertura da Assembleia Geral da ONU, circula nas redes sociais um vídeo com o ex-presidente José Sarney ocupando a mesma tribuna e lendo seu pronunciamento em inglês, ou melhor, uma espécie de “inglês nordestino”. Humorista fizeram uma dublagem do discurso (Sarney falou em português) e o resultado é hilário.

 

No ataque

O influenciador digital Felipe Neto, que está na moda (tem 34 milhões de seguidores no Youtube, 11 milhões no Instagram e outros 9 milhões no Twitter), resolveu atacar novamente a direita, usando um desfile no programa de Silvio Santos. Ele postou que o apresentador falou, quando apresentou meninas de maiôs com menos de dez anos: “Vocês vão ver quem tem as pernas mais bonitas, o colo mais bonito, o conjunto mais bonito”. E Felipe alfinetou: “A extrema direita calou-se”.

 

Querem ficar

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) quer que filiados de seu partido (e de seu pai, que andou sendo criticado pelo governador Wilson Witzel) deixem cargos na administração do Rio de Janeiro e passem a formar na oposição. Ninguém quer lagar o osso e Flávio agora está ameaçando todos de expulsão do partido.

 

Esforço

O PCdoB e a UNE estão oferecendo tudo o que podem e mais um pouco a Rodrigo Maia, presidente da Câmara. Ele pode deixar caducar a MP de Jair Bolsonaro que acabou com a mamata da carteira de estudante, uma mina de ouro.

 

Vai privatizar

Os funcionários dos Correios fizeram uma greve de quatro dias contra a privatização e melhores salários que deu em nada. A ECT – Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos será mesmo privatizada e, mais do que isso, para encantar possíveis interessados, deverá reduzir pela metade seu quadro de 100 mil funcionários. O Ministério da Economia fez estudo que prova que, com essa redução, os Correios funcionariam do mesmo jeito. Hoje, oito empresas já sondaram os Correios, entre elas a alemã DHL e a Amazon.

 

Dupla

Claudia Raia, 52 anos, está ensaiando novo musical que fará ao lado de seu terceiro marido, Jarbas Homem de Mello. Vai se chamar Conserto para 2 (com “s” mesmo). Ela acaba de lançar um programa no Instagram para falar da mulher de 50. “No Brasil, quando chegamos nessa idade, parece que caímos no limbo, no buraco negro. E não é nada disso. Estou no meu auge, sou empoderada, tenho nas mãos as rédeas da minha vida”.

 

Farda e quepe

O governo faz grande campanha enaltecendo os valores dos colégios militares (está instalando mais unidades em todo o país) e tentando fascinar também alunas que, igualmente aos meninos e adolescentes, também deverão usar uniforme e até quepe. Detalhe: só entra quem passar pelo exame eliminatório – e sem choro.

 

Não é piada

Há quem garanta que os ministros do Supremo Tribunal Federal estariam prestes a oficializar a bigamia, instituindo pensão para amante com tempo de trabalho. Seria mais um motivo de galhofa para o país mundo afora.

 

Padrinhos

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) irá se casar em fevereiro de 2020 com o diretor da Força Nacional de Segurança, coronel Aginaldo de Oliveira. Sérgio e Rosângela Moro receberam – e aceitaram – o convite para serem padrinhos. Zambelli também irá convidar o presidente Jair Bolsonaro e sua mulher Michele para compor seu quadro de padrinhos.

 

Piada

Circula nas redes sociais piada com referência ao pedido de impeachment de Donald Trump com uma pequena ligação ao Brasil. Ela diz: “Atenção brasileiros, que adoram imitar os americanos, eles acabaram de entrar com pedido de impeachment de seu presidente. Fica a dica”.

 

Balanço

O Brasil tem devedores de primeira classe (amigos dos governantes de plantão) com juros subsidiados e de segunda classe com juros de mercado, 4,5 vezes maiores. Em agosto, o volume de operações de crédito foi de R$ 3.325,7 bilhões sendo R$ 1.461,0 (20,75% do PIB) com recursos concedidos por bancos públicos (Caixa, BB e BNDES) com juro médio de 8,4% ao ano.

 

Rescaldo

Depois do agressivo discurso na ONU, Bolsonaro assinará decreto prorrogando a operação de Garantia da Lei da Ordem (GLO) na Amazônia, que permitirá que as Forças Armadas que atuam no combate as queimadas permaneçam na região até o final de novembro (o prazo atual é de 24 de outubro). A recomendação nesse sentido partiu do próprio ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva.

 

Menos tempo

O ministro Dias Toffoli, presidente do Conselho Nacional de Justiça, está discutindo com seus pares propostas para reduzir o tempo de julgamento de pedidos de indenização judicial no país. Segundo estudo do próprio Conselho, processos desse tipo se arrastam, em média, por sei anos nos tribunais federais.

 

Novo bloco

Durante a Assembleia Geral, a ONU lançou a iniciativa para combate às mudanças climáticas, um conjunto de principais que devem nortear as políticas especificas. A OCDE aderiu à iniciativa e nada menos do que 130 bancos internacionais, incluindo brasileiros, com ativos de US$ 47 trilhões, endossaram aqueles princípios. O Brasil de Bolsonaro fez questão de ficar de fora.

 

Faz falta

O ministro do STF Edson Fachin, que votou contra a anulação das condenações da Lava Jato, disse que sente muita falta do colega Teori Zavascki, falecido em acidente em 2017. “Teori faz falta. É uma falta que fala, que diz, que se expressa em um silêncio eloquente. Teori fez a diferença, é um ser que fincou raízes e projetou asas. Deixou-nos um legado: antes e acima de tudo, tomar a Constituição como bússola.”

 

Freio

O presidente Jair Bolsonaro parece ter se conformado facilmente, o que gera até certa estranheza, com o fato da derrubada de 18 dos 33 vetos que tinha imposto à Lei de Abuso de Autoridade. E para minimizar uma futura polemica, justificou: “Muitas pautas que nos interessam estão avançando no Parlamento e outras não, o que é normal da democracia. Não posso impor a minha vontade em tudo, até porque se um dia alguém com sentimento de ditador chegar no meu lugar, vai querer impor sua vontade também. O parlamento tem um freio necessário, às vezes a gente não concorda, mas tem que respeitar”.

 

Recado

O novo procurador-geral da República, Augusto Aras, recebeu um recado durante sua sabatina do senador Humberto Costa (PT-PE). “Espero que vossa excelência não me decepcione”. Mais: Costa ainda definiu Aras: “Um ator importante para preservar a democracia”.

 

Amigos

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) está cada vez mais próximo do presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP). E gostou do adiamento da votação do projeto da reforma da Previdência para a semana que vem. “Como alguém que já foi presidente do Senado Federal, eu quero cumprimentá-lo e dizer que Vossa Excelência tem meu apoio. Você fez bem ao adiar a apreciação da reforma da Previdência pela necessidade de o Congresso Nacional rejeitar os vetos do presidente da República”.

 

Mais acertado

Ainda Renan Calheiros: ele também gostou da aprovação do nome de Augusto Aras para PRG.  Afirmou que de todos atos de Jair Bolsonaro essa “foi o mais acertado”. E acrescentou: “O mais competente para exercer esse cargo”.

 

Madrinha

Sophia Raia, 16 anos, filha de Cláudia Raia e Edson Celulari, foi convidada pela escola de samba Beija-Flor para substituir a mãe no posto de madrinha da agremiação no carnaval do ano que vem. Claudia Raia estará em viagem pela Europa na época. Outro nome que circulou como substituta temporária da atriz, foi da funkeira Jojo Todynho.

Athlético homenageado

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) vai apresentar requerimento na Assembleia

Frases

    “Juiz não investiga nem acusa. Juiz não assume o protagonismo retórico da acusação nem da defesa.”

Ministro Edson Fachin, do STF,