Obras de crianças e adolescentes, pacientes do Pequeno Príncipe, obtiveram intervenções do artista plástico André Mendes e ganharam exposição, Laços. A mostra inaugura neste sábado, às 10h, no Museu Municipal de Arte e poderá ser visitada até  25 de agosto, com entrada franca

Ao longo do ano, o projeto realizou vivências junto a crianças, adolescentes e familiares em situação de internamento na instituição, promovidas pelo artista visual André Mendes e pela arte-educadora Elisa Cordeiro. Guiado pelas peças visuais criadas nesses encontros artísticos, Mendes desenvolve uma conexão entre a arte e o afeto, promovendo o pensar artístico de forma lúdica e envolvente.

A cenografia conduz o público, estabelecendo laços entre os participantes, que podem experimentar, no espaço educativo no interior da mostra, algumas das atividades artísticas propostas.

“O projeto Laços, viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura,  abraça o desafio de estabelecer um elo por meio da arte. Partindo sempre de um encontro – seja entre mãe e filho, entre pai e mãe, entre avós e netos, entre um artista e um muro, entre o abstrato e o formal – o projeto tem como objetivo alcançar um lugar sutil de troca, entrega e carinho”.

Com três etapas principais, o projeto partiu de dentro do Hospital Pequeno Príncipe, em contato direto com os pequenos pacientes do hospital e seus familiares. Cruzou as fachadas da instituição respingando tinta em murais assinados por André Mendes, Tom + Amor e Rimon Guimarães. E, agora, alcança  o Museu Municipal de Arte, propondo ao público a possibilidade de se deixar levar por essa arte que abraça.

Abertura da exposição, neste sábado dia 1 de junho às 10h, no Museu Municipal de Arte – Portão Cultural (Av. República Argentina, 3432). Entrada livre e gratuita.