Bia Lanza, de Curitiba,  Thiago Ávila, Dr. Roland Scholz e Dra. Edimara Luciano

Investir na transformação digital pode ser um dos caminhos adotados pelos estados brasileiros para saírem da atual crise econômica e aprimorar os serviços públicos. De acordo com estudo da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP-TIC), para cada R$ 1 investido em TIC, os governos economizam, em média, R$ 9,79 no ano seguinte.

Para que esse benefício seja sentido pela população, gestores públicos estiveram  reunidos, em Brasília, entre os dias 20 a 22 de novembro, no Instituto Serzedello Corrêa, para a 3ª reunião do Grupo de Transformação Digital dos Estados e do Distrito Federal (GTD.Gov).

“Já está comprovado que maiores investimentos em TIC estão associados a menores gastos governamentais. O objetivo desse grupo é elaborar políticas que beneficiem a população e gerem mais eficiência na geração de riqueza dos governos”, afirma o presidente da Abep, Lutiano Silva.

De acordo com o presidente do Consad, Fabrício Marques Santos, a Transformação Digital é uma das prioridades do Conselho e o trabalho conjunto das unidades federativas é essencial para que os objetivos sejam alcançados.  “Pela primeira vez no Brasil, os estados se unem com o governo federal, academia e instituições do terceiro setor em torno dessa pauta”, enfatizou.

A Consultora e Pesquisadora Internacional Cidades Inteligentes e Governo Digital, Beatriz (Bia) Barreto B. Lanza, de Curitiba, participou do evento. Participando.  Segundo ela “essa agenda de trabalho foi muito intensa para consolidar as entregas pactuadas em  2019 e estabelecer os novos encaminhamentos para 2020.É muito gratificante trabalhar com propósito, para o direcionamento da transformação digital a quem realmente importa, o cidadão.”

Prejuízos na indústria por falta de energia

Da esquerda para a direita :  Efrem Ricardo, Guilherme Guedes e Carlos Trivellato, da Schneider, e Fábio Amaral, da Engerey

A falta de energia durante uma hora causa um prejuízo de aproximadamente 40 mil euros nos hospitais dos Estados Unidos. Nos data centers, este valor chega a um milhão, e nas indústrias à incalculável perda, pois 40% de todo o seu custo de produção vem da energia. Os dados foram apresentados pela Schneider Electric durante o Comitê de Energia da Amcham, em Curitiba no dia 19 de Novembro.O evento, promovido pelas empresas Reymaster Materiais Elétricos e Engerey Painéis Elétricos, procurou mostrar como atingir a eficiência energética nas edificações através do gerenciamento inteligente de energia. “Estamos falando de um requisito básico para as empresas operarem, principalmente na época da digitalização em que vivemos. A energia não pode ser interrompida e inclusive deve ser gerenciada para ser revertida em lucro para as empresas”, afirmou o palestrante da Schneider Guilherme Guedes. “O futuro é todas as empresas terem um sistema elétrico conectado, que realiza além de suas funções de proteção e manobra, a medição de energia de seus componentes e as disponibiliza em tempo real para análise e tomadas de decisão”, conta Guedes. “Para tomar decisões é preciso saber o que está acontecendo em suas instalações. Por isso o primeiro passo é medir. A partir daí as soluções são escalonáveis”, complementou Fábio Amaral, diretor da Engerey.

Evento Digital Supply Chain em Curitiba

A Deloitte realizará em Curitiba, no dia 5 de dezembro, o Digital Supply Chain, evento que reunirá profissionais do setor para compartilhar pesquisas, cases e práticas digitais de sucesso em um ambiente de network. A agenda começará às 8h30 e será dividida em dois módulos: um no período da manhã e outro à tarde, e conta como destaque a apresentação de uma abordagem para ajudar as organizações a enfrentar os desafios para atingir o orçamento ideal em 2020. O encontro será aberto ao público e as inscrições são gratuitas com vagas limitadas. Para participar, basta se inscrever pelo telefone (41) 3312-1450 ou pelo e-mail yaraujo@deloitte.com (Yovanna Araújo).O evento terá os seguintes horários:  8h30 às 12h e tarde 13h30 às 17h00 e terá como local a FAE Business , na  Av. Visconde de Guarapuava, 3263. Os módulos são:   Inteligência de Suprimentos,  Logística Integrada e Captura de Benefícios Tributários .

Escassez de profissionais qualificados

Segundo fonte da Digital House (escola para formação de profissionais de alta performance para o mercado digital)  uma pesquisa da Korn Ferry, empresa de recursos humanos, mostra que em 2020 haverá um déficit de cerca de 1,8 milhão de pessoas para postos de trabalho mais especializados. Mesmo com dados apontando para 12,5 milhões de desempregados no país e 38,8 milhões de trabalhadores na informalidade, o estudo indica que as empresas podem deixar de faturar o equivalente a US$ 43,6 bilhões até o fim do próximo ano. O cenário se daria, exatamente, por não encontrarem profissionais especializados para atuarem em algumas áreas específicas de estratégias de negócios das companhias, por exemplo. A expectativa é de que o grande desafio fique por conta dos cargos voltados para a transformação digital das empresas, ou seja, profissões como cientista de dados, analista de marketing digital, segurança da informação e desenvolvimento de produtos tecnológicos. Nessas caso a procura é maior que a oferta desses profissionais.

WTC Curitiba busca negócios na Colômbia

Hiago Tavares, gerente de negócios internacionais do WTC Curitiba e Joinville; Andrea Salazar, gerente da Câmara de Comércio de Pereira, na Colômbia; Carlos Ronderos, diretor regional do WTC LATAM e Josias Cordeiro, CEO do WTC Curitiba e Joinville

Representantes do World Trade Center Curitiba participaram, na última semana, de uma série de eventos na Colômbia a fim de promover a geração de negócios entre empresários colombianos e brasileiros. Josias Cordeiro da Silva, CEO do WTC Curitiba e Joinville, e Hiago Tavares, gerente de negócios internacionais do WTC Curitiba e Joinville, estiveram na conferência latino-americana do WTC que reuniu os 56 escritórios do WTC na América Latina nos dias 14 e 15 de novembro, em Pereira, na Colômbia.

Em parceria com o WTC Pereira e a Câmara de Comércio de Pereira, o WTC Curitiba também realizou o evento “Doing business with Colômbia”. O evento reuniu empresas colombianas em busca de novas oportunidades de negócios e investimentos no Brasil, principalmente no Sul do país.

“Durante a reunião tivemos a oportunidade de apresentar, tanto para empresários colombianos como para os demais delegados do WTC na América Latina, os serviços que estamos desenvolvendo nos escritórios de Curitiba e Joinville. O resultado foi extremamente positivo e voltamos de lá com grandes oportunidades de novos negócios e conexões entre os dois países”, aponta Tavares.