A obra de Lygia Clark, Ferreira Gullar, Hélio Oiticica, Aluisio Carvão, Lygia Pape e Reynaldo Jardim, expoentes brasileiros do neoconcretismo na escultura, poesia, pintura e artes gráficas, inspira o Preview do Couro, + Estampa e Referências Brasileiras, projetos arrojados do Núcleo de Design da Assintecal. Materializadas em estampas de tecidos e couro, sapatos e bolsas, as ideias chegaram ao Inspiramais/Salão de Design e Inovação de Materiais, realizado nesta semana em São Paulo.

É a primeira vez que um movimento artístico e literário brasileiro responde ao desafio criativo desses três projetos integrantes do Inspiramais, salão idealizado e coordenado pelo estilista Walter Rodrigues, visando atiçar a indústria e o design para aspectos da cultura nacional.

Sob a coordenação do estilista Jefferson de Assis, responsável pela criação de componentes e protótipos junto à indústria, o Projeto Referências Brasileiras, em sua 13ª edição, transita do folclore (dentro do tema Resistência para o verão 2019) para o universo neoconcretista, visando expressar as tendências do inverno de 2019, sob a ótica do tema Alquimia.

Assim, os elementos que nos anos 50 compuseram o ideal neoconcretista nortearam o tema Alquimia. Segundo Jefferson de Assis, dentro da discussão de forma e função dos objetos, a pesquisa encontrou no neoconcretismo as palavras-chave Atômico e Dinâmico.

Lucius Vilar: estampas em tecido.

Essas mesmas palavras serviram de orientação para os estúdios de estamparia que trabalharam o tema Alquimia com o designer Lucius Vilar no projeto + Estampa. E também para os curtumes do Preview do Couro, coordenado pelo designer Marney Carminatti.

A geometria, volumes, a ludicidade, a transformação do espectador em partícipe da obra (tanto em entrar no objeto como fazer dele a leitura que quiser), o universo místico, entre outros quesitos, permeiam as criações apresentadas por Jefferson de Assis.

E o que se tem de resultado dos três projetos:

Bodies que podem ser bolsas
Bolsa com dobradiças

scapins com salto de ametista e de correntes feito mobiles, couro plastificado, a nécessaire que pode ser bodie, a bolsa de madeira atomizada ao gosto de um Amílcar de Castro, a jaquetinha com o capuz que brinca com Lygia Clark e com os parangolés de Oiticica, a bolsa com dobradiças que permite ao consumidor reduzir volumes, estampas nos tecidos e no couro ora geométricas ora esbanjando natureza nas cores roxa, vermelha e verde.

Enfim, do desafio provocativo, surge uma reação provocadora. Nunca se deve esperar menos do Inspiramais.

40 Graus em Natal

Ausente do calendário em 2017 a espera de espaço apropriado, a quinta edição da 40 Graus – Feira de Calçados e Acessórios está agendada para Natal-RN em março, de 5 a 7, sendo importante evento que abastece o varejo especializado do Norte e do Nordeste do país. Entusiasmo para a realização desta edição não falta, devido principalmente pela confirmação, por parte do governo do Rio Grande do Norte, de que os pavilhões no Centro de Convenções de Natal estarão ainda melhores e mais confortáveis.

“Temos certeza que teremos uma situação bem peculiar na 40 Graus, visto que o varejo local deve se preparar para abastecer os seus estoques a fim de atender a demanda das festas juninas”, diz Frederico Pletsch, diretor da Merkator, que realiza a feira  com o apoio de muitos sindicatos da indústria calçadista do Rio Grande do Sul, afinal o Norte e Nordeste representam “populações superiores à da maioria dos países da América Latina, por isso a importância de uma mobilização especial dos fabricantes para estar mais perto dos clientes e entender cada vez melhor a cultura regional”.

 Fórum Fimec ventila ideias

Sediada em Novo Hamburgo-RS, de 6 a 8 de março, a 42ª edição da Fimec/Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes traz uma novidade, o fórum de palestras  para fornecer informação e capacitação de qualidade ao setor coureiro-calçadista..

“Nossa ideia é fazer com que esse conhecimento transmitido inspire e motive, mas principalmente, provoque os empresários do setor na busca de um espaço maior no mercado nacional e internacional”, diz o diretor-presidente da Fenac, Márcio Jung.

A programação pode ser conferida em www.fimec.com.br/forum. As inscrições estão abertas no site com valores promocionais para pacotes para os dois dias de evento, grupos e empresas associadas as entidades parceiras do evento.