A “hair stylist Cristiane  Michelini criou uma técnica que  ficou conhecida como “loiros finos” que  já é preferida por muitas mulheres curitibanas

O conceito de que uma  “hair stylist” é a especialista  responsável pela saúde, beleza e bem-estar dos cabelos, disso ninguém tem  dúvidas. E uma boa profissional, precisa ter a competência e habilidade de ajudar uma pessoa a elevar  a autoestima, cuidando, por exemplo, de sua imagem. E o cabelo, neste contexto, tem um papel muito importante.

Em entrevista para a coluna “BUSINESS WOMAN”, a “hair stylist”   Cristiane Michelini, que  tem um espaço de beleza no bairro Água Verde, o  Stúdio de Michelini , (Rua Doutor Alexandre Gutierrez 544, Água Verde, fones  41 9 9256 7556, 3088 0831 e e-mai:lcristianemichelini@gmail.com), “uma profissional nesta área precisa sempre estar atualizada, buscando especialização em assuntos capilares, acompanhar as tendências de cor e cortes. E também inovar, reinventar estar sempre em busca por aperfeiçoamento. Outro item de muita importância, é ter uma boa referência dos produtos que vai usar,  saber do manuseio ”. Para ela “a busca pelo aperfeiçoamento faz toda diferença para a carreira profissional.”

E como atualmente o conceito de   inovação está sendo muito utilizada, a Cris   Michelini também mergulhou numa especialização onde é muito requisitada pelas mulheres curitibanas: destaca-se por sua  especialização em cabelos loiros. Tanto que sua técnica, ficou conhecida como “loiros finos”, que é uma preferencia de muitas  curitibanas hoje por este estilo. “Existe um ditado   popular dizendo que as mulheres não ficam velhas, elas ficam loiras”, brinca Cris.

Homenageada com o “Prêmio Profissionais 2019”, da renomada publisher e empresária Yumi Okamura, Cris Michelini, especializou-se  em colorista, chegando a levar seu conhecimento em nível nacional, até a outros profissionais que, assim como ela, buscam o aperfeiçoamento em colorimetria. “Ser uma  hairstylist reconhecida na sociedade curitibana não é uma tarefa fácil, pois o mercado é muito exigente. Temos que sempre estar buscando inovações, estudando, acompanhando  as tendências, e aperfeiçoamento de técnica”, enfatiza Cris que também pretende lançar, em breve, uma plataforma de cursos online que poderá ser acessada de qualquer lugar

Assim, como dizem os especialistas, “as loiras sempre chamam atenção por onde passam, os cabelos reluzentes encantam as fãs dessa cor que sempre está em alta. As tendências de loiros verão 2020, apostam em tons vibrantes e quentes. Os tamanhos e cortes podem variar bastante”

Portanto  para ficar por dentro das  tendências de loiros verão 2020, a recomendação é buscar  sempre uma profissional especialista nesta arte com os cabelos,recomenda Cris Michelini que tem 36 anos sendo  15 anos de atividade como “hair stylist”. É casada com Maycon Von Borstel, hoje sócio na empresa Studio Michelini. Filha de Waldyr  e Nilda, Michelini é mãe do pequeno Arthur.

Paranaense ganha hospedando cães

atualmente, mais de 1.300 pessoas no Paraná ganham dinheiro hospedando cachorros em casa como anfitriões da Doghero

Desde muito nova, a paranaense Patrícia Pedroso, 48 anos, entendeu que cuidar do outro era sua grande vocação. Por conta disso, ela decidiu se tornar enfermeira, profissão na qual atuou por alguns anos. Após um tempo em casa cuidados do filhos, ela decidiu voltar para o mercado de trabalho, mas acabou direcionando a sua paixão por cuidar para um outro público: os cachorros. Pesquisando sobre o potencial do mercado de hospedagens para cães, ela encontrou a DogHero, maior empresa de serviços para cães da América Latina que, através do site e app, conecta quem tem cachorro a uma comunidade de passeadores e anfitriões escolhida a dedo, e decidiu se tornar anfitriã. “Preferi deixar a enfermagem e hospedar cães em casa e não me arrependo da decisão”, afirma. Atualmente, mais de 1.300 pessoas no Paraná ganham dinheiro hospedando cachorros em casa como anfitriões da DogHero. Ao todo, são mais de 45 mil cães cadastrados no app no estado.No final do ano, a paranaense consegue faturar R$ 3,2 mil por mês; já nos demais meses, a média mensal é de R$ 1,8 mil.Os interessados em se tornar anfitriões DogHero podem se inscrever diretamente pelo site da plataforma: http://hospedagem.doghero.com.br/ser-anfitriao/.

PUCPR lança Instituto de Cidades Inteligentes

Paula Trevilatto: “Um conceito profundamente associado à pesquisa científica é o de inovação.”

Para incorporar iniciativas da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), poder público e empresas, a PUCPR está lançando  o iPUCPR – Instituto de Cidades Inteligentes. A inauguração acontece no dia 26 de novembro, no Tecnoparque/Hotmilk da PUCPR. A abertura do evento acontecerá com o Meet Up Fora de Série, encontro sobre inovação centrada no consumidor e na propriedade intelectual.

O iPUCPR oferece oportunidades de parcerias com o poder público e empresas para que a universidade possa desenvolver soluções alinhadas às demandas sociais e econômicas do estado. “Um conceito profundamente associado à pesquisa científica é o de inovação. A importância de inovar e gerar novos conhecimentos e tecnologias vem crescendo e mudando a relação das universidades com a sociedade”, diz a Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da PUCPR Paula Trevilatto.

Tecnologia inovadora na estética

Anna Thereza Pacheco, Fisioterapeuta Dermato Funcional: “a prática de atividade física regular, alimentação balanceada e a ingestão de líquidos é indispensável.”

“Diferente do que encontramos no mercado de estética, a criofrequencia é capaz de tratar flacidez e gordura localizada de forma simultênea”, conta Anna Thereza Pacheco, Fisioterapeuta Dermato Funcional da Skindepil Estética  (https://skindepilestetica.com.br/)

É uma tecnologia inovadora que por meio de uma única ponteira gelada permite o resfriamento da pele em -10 graus enquanto sua elevada potencia (1050W) permite aquecimento das camadas mais profundas. O choque térmico gerado pelas diferentes temperaturas desestabilizam o metabolismo local, estimulando as fibras colágenas e de elastina. As células de gordura também são alvo desta tecnologia ja que aumentam sua permeabilidade favorecendo sua eliminação. “A retração do colágeno promove o efeito lifting simultâneo e duradouro nas áreas tratadas”, comenta Anna. Esta técnica é indicada para várias áreas do corpo como: face, papada, abdome, flancos, glúteos, coxas e “gordurinhas do sutiã”.

Como lidar com a reprovação no vestibular

Ana Regina Caminha Braga: “A frustração é parte do processo, mas o auto fazer-se é necessário.”

E quando chega o momento do resultado do vestibular e o aluno não encontra seu nome na tão aguardada lista de aprovados? Essa é a realidade de muitos alunos nessa época do ano.

Segundo a psicopedagoga Ana Regina Caminha Braga as causas da reprovação dos alunos são individuais e pontuais, entre elas estão a desatenção, o nervosismo e a pressão psicológica do candidato. Alguns alunos têm dificuldade na hora da interpretação de texto e leitura das questões. A ansiedade também é um impedimento comum que pode causar o desequilíbrio do candidato deixando-o nervoso e inseguro na hora da resolução da prova.

Depois da divulgação do resultado é importante que o aluno tenha um tempo de descanso para aliviar um pouco a tensão e recomeçar os estudos com força e foco total. E após a reprovação, a dica da psicopedagoga Ana Regina é que o estudante utilize esse momento o para se auto refazer enquanto aluno. “É ideal que o aluno verifique as questões mais difíceis, aquelas que não respondeu ou não acertou”.

Para os alunos que estão vivendo esse momento, a dica da psicopedagoga é: “Organize-se melhor. Faça mapas conceituais das disciplinas, acesse as provas dos anos anteriores e estude com mais calma. Prepare-se também emocionalmente e faça uma auto avaliação do processo que participou e não foi aprovado. A frustração é parte do processo, mas o auto fazer-se é necessário.”

Além disso, é importante que o aluno compreenda que tem capacidade e potencial para ser aprovado no vestibular.  Ana Regina também reforça que o aluno deve estar ciente da concorrência do curso escolhido e destaca a importância de estar emocionalmente preparado para lidar com a competitividade, afinal isso faz parte do processo. “A motivação deve ser firmada e sustentada na questão da competitividade, que são poucas vagas e no próximo processo a vaga será dele.”Caso o aluno tenha dificuldades para se organizar com os estudos, é importante que ele procure um profissional que possa auxiliá-lo.