NOVO DIRETOR

O gaúcho Igor Camaratta, com formação e pós-graduação na área de Administração de Empresas, é o novo diretor de Operações e Desenvolvimento da Rede Bourbon de Hotéis. Substitui a Francisco Calvo, que foi ser diretor de Operações Adjunto da Aviva, empresa detentora dos destinos Rio Quente e Costa do Sauípe. Camaratta tem quase 20 anos de experiência no mercado hoteleiro brasileiro nas áreas de operações, finanças e controladoria, tendo atuado em outras grandes redes hoteleiras, sendo na última como diretor de operações.

MIRANTE NO PORTO

Um concurso de projetos de arquitetura, a ser lançado pelo governo do Paraná, vai definir como será o mirante para visitação turística do Porto de Paranaguá, anunciado semana passada pelo governador Ratinho Junior. O prêmio ao melhor trabalho será de R$ 50 mil e o projeto deve prever um Centro de Convivência para a família do caminhoneiro que opera na faixa portuária, mirante e receptivo turístico. “A construção do mirante anunciada pelo Governo é uma excelente notícia para o turismo de Paranaguá. As pessoas que visitam a cidade têm muita curiosidade de conhecer e ver o funcionamento do Porto, o que tornaria o mirante mais um atrativo turístico. Isso trará sem dúvida reflexos positivos para a economia da região”, diz o empresário Eduardo Peretti Maranhão, proprietário da rede de hotéis Camboa.

FESTA UCRANIANA

O Grupo Folclórico Ucraniano Poltava promove em Curitiba, dias 31 de agosto e 1º de fevereiro, a Feira de Poltava, a maior feira eslava do Paraná. Será no Clube Poltava (r. Pará, 1035, Água Verde): no sábado, das 10h às 22h; no domingo, das 12h às 20h. A ideia é recriar o ambiente dos mercados populares da Ucrânia, permitindo que os visitantes façam compras enquanto degustam delícias culinárias e assistem a apresentações artísticas. Este ano, serão 30 expositores e 10 grupos folclóricos com números de dança, canto e música. “Esse é um evento completo, voltado para quem quer experimentar, ver, ouvir e sentir as tradições de nossos antepassados”, diz a presidente do Grupo Poltava, Simone Gondro. Também chamada de Poltavskyi Yarmarok (pronúncia: “Poutálskei Iármarók”), a feira conta com atrações para todas as idades e a entrada é gratuita. Na edição anterior, mais de 3 mil pessoas passaram pelo espaço. Para a Poltavskyi Yarmarok, os expositores trazem artigos ucranianos e poloneses como cerâmicas, pinturas, decorações, vestimentas, acessórios e bordados – além das tradicionais Pêssankas (amuletos em forma de ovos, pintados à mão), que já se tornaram símbolo da cultura paranaense. A culinária típica também é destaque do evento. Há pratos quentes, como vareneke (lê-se varêneque, pastel cozido com recheio de batata e requeijão), holubtsi (roluptchi, charuto de folhas de repolho com recheio de arroz) e borsch (bórstch, sopa de beterraba com carne); sobremesas e doces, como o kutiá (cutia, doce gelado com trigo, mel e castanhas); e também lanches leves, adaptados com ingredientes tradicionais da cozinha ucraniana.

ROTEIRO DAS VINÍCOLAS

Recente lista das 50 melhores vinícolas do mundo, anunciada por um dos portais mais respeitados de vinhos, o World’s Best Vineyards, movimentou a agência de viagens curitibana E-tourism, especializada em roteiros específicos. Segundo a empresária Rafaela Pilagallo, idealizadora do Projeto E-tourism “Sabor Mendoza”, após a divulgação da “top list”, a procura pelo roteiro enogastronômico personalizado aumentou muito. “Quatro das oito vinícolas que visitamos estão entre as 50 melhores do mundo, inclusive a número 1, a maravilhosa Zuccardi, que parece estar saindo da terra. Depois, no 9º lugar está a Catena Zapata, em 26ª a Salentein e em 41º e El Enimigo. Para quem gosta de vinhos, é uma oportunidade única”. Fora essas quatro vinícolas, quem embarcar na viagem junto com o especialista em vinhos Ricardo Pisani, fundador da vinícola Casa Pisani e da Associação Catarinense dos Vinhos de Altitude, ainda vai  conhecer a Chandon, Luigi Bosca, Andeluna e La Azul. Informações: 41 99941 9555.